Publicidade

Na apresentação ao Palmeiras, Matheus Fernandes se diz fã de Felipe Melo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O volante Matheus Fernandes foi mais um reforço apresentado pelo Palmeiras para temporada 2019. Nesta sexta-feira (11), na Academia de Futebol, o meio-campista que veio do Botafogo deu sua primeira entrevista como jogador alviverde e revelou admiração pelos profissionais de seu novo clube, em especial o volante Felipe Melo e o técnico Luiz Felipe Scolari.

"O Felipe eu sempre acompanhei junto com meu pai, que sempre está me mostrando as qualidades dos atletas. É um cara que eu gosto, que admiro muito, tive a oportunidade de poder trocar camisa com ele (quando estava no Botafogo) e fiquei muito feliz. Agora cheguei aqui e foi um cara que me acolheu superbem. Tenho que aprender, olhar esses jogadores que estão no elenco e aprender", disse o jogador de 20 anos.

As primeiras impressões de Felipão também foram boas. "Não acho ele nada marrento, é um paizão ali com a gente, brincando o tempo todo. Mas também, como todo treinador, tem que saber o momento de puxar a orelha, de cobrar da gente, para a gente estar sempre preparado para quando chegar na partida e fazer tudo da melhor forma possível".

O novo reforço palmeirense também falou sobre suas principais características. Com boa imposição física e qualidade com a bola no pé, Matheus pode jogar de primeiro ou segundo volante, funções que exerceu bem no Botafogo.

"Gosto de estar com a bola no pé, procuro sempre estar olhando o jogo para não perder a bola de bobeira e ocasionar um contra-ataque contra a minha equipe. Também sou um jogador que rouba muitas bolas, como foi no último campeonato. Então é trabalhar, ouvir o que o professor tem para falar, cada vez mais me adaptar ao grupo, às qualidades dos jogadores que tem aqui, e poder desempenhar da melhor forma possível meu futebol", disse o meio-campista.

Antes de Matheus, já foram apresentados os reforços Zé Rafael, meia que veio do Bahia, e Arthur Cabral, centroavante ex-Ceará. Ainda faltam os atacantes Carlos Eduardo, ex-Pyramids (EGI), e Felipe Pires, que veio por empréstimo do Hoffenheim (ALE).

DESTAQUES DOS EDITORES