Publicidade
Xadrez

Namorado é preso por suspeita de envolvimento na morte de Renata Muggiati

O médico endocrinologista Raphael Marques foi preso no início da noite desta sexta-feira (25) por suspeita de envolvimento na morte da namorada Renata Muggiati, de 32 anos. A prisão foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR). Renata morreu no último dia 12 após cair do 31º andar de um prédio na Rua Visconde do Rio Branco, esquina com a Comendador Araújo, no Centro da capital.

Marques foi encaminhado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde chegou algemado, por volta das 19h30. Ao chegar, ele declarou que seus advogados irão esclarecer tudo e que ele não agrediu Renata.

A princípio, a morte de Renata foi apontada como suicídio, mas após alguns indícios a Polícia Civil passou a levar em conta a possibilidade de homicídio. Um dos indícios foi que o namorado alterou postagens da modelo no Facebook, onde ela já havia reclamado de violência. Para se defender, ele levou fotos à polícia na qual a modelo aparece sentada na janela. Segundo o médico, no mesmo dia em que a modelo se jogou da janela, ele a teria impedido outras duas vezes.

Segundo fontes, investigadores comprovaram que a modelo, antes de cair pela janela, teria sido estrangulada. A partir daí, há algumas hipóteses para investigar. Ela poderia teria sido asfixiada até a morte e depois atirada da janela. Ou poderia ter sido estrangulada e atirada da janela ainda viva. Ou, quando estava quase sem respirar, ela mesma teria pulado ou sido empurrada.

"O primeiro indício grave é de uma asfixia que houve. É um fato que ela foi asfixiada durante um tempo longo, e isso gerou um processo de indicativo de morte nela", disse o delegado da DHPP.

Questionado sobre a hipótese de suicídio, o delegado declarou: "Acho que nenhuma hipótese pode ser ignorada. Estamos num passo novo, baseado no exame pericial. Somente ao final do trabalho, com todos os laudos e interrogatórios, é que vai se ter um relatório final", falou ele.

O corpo da modelo foi sepultado no Cemitério Parque Iguaçu. Na ocasião, Raphael Marques tentou participar da cerimônia, mas foi barrado por familiares.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES