Publicidade
Exposição

'Narrativas Infecciosas' no Guido Viaro

O Museu Guido Viaro tem o prazer de apresentar Narrativas Infecciosas, a primeira exposição individual de Marcelo de Melo em Curitiba. Paranaense radicado na Europa há 20 anos, o artista apresenta obras recentes das séries Corpos Musivos e Narrativas Infecciosas, frutos de uma pesquisa inédita de arte musiva com um alto caráter conceitual, desenvolvida ao longo de sua carreira.

Esta exposição surgiu da necessidade de apresentar o mosaico enquanto prática artística e recontextualizá-lo para o século 21: o mosaico expurgado de seu conteúdo decorativo, aliado a uma pesquisa artística ampla.

A série Corpos Musivos lida com a conexão quase inseparável do mosaico com a iconografia religiosa. Aqui, é revisitada numa vertente contemporânea: corpos abjetos que questionam a posição do mosaico enquanto arte e chocam ao profanar a própria técnica musiva e seus materiais preciosos.

A série Narrativas Infecciosas é baseada no envolvimento pessoal e atitude compulsiva do artista com a arte musiva. Este trabalho lida com um significado duplo do termo cultura: cultura microbiana ou viral, e cultura como atividade humana. Trata-se de uma tipologia de materiais na qual placas de microtubos servem formalmente como estruturas que aludem ao ambiente de um laboratório.

Considerando aspectos de ambas as séries, esta exposição é uma exploração do tema da contaminação, tanto química quanto memética.

Narrativas Infecciosas permaneceu por três meses na Galeria de Arte UFF, em Niterói, em 2014. Em Curitiba, o artista apresenta trabalhos inéditos feitos especialmente para o Museu Guido Viaro.

A exposição continuará aberta até o dia 19 de março de 2016, de terça a sábado, das 14 as 18 horas. Entrada franca. Museu Guido Viaro, Rua XV de Novembro, 1348, Curitiba.

DESTAQUES DOS EDITORES