Publicidade
Economia

Negócios sociais da periferia podem participar de aceleração inédita

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um programa de aceleração inédito lançado por A Banca, Artemisia e FGV Eaesp exclusivamente para negócios sociais da periferia está com inscrições abertas até segunda-feira (15). A iniciativa chega para potencializar iniciativas à margem do ecossistema de iniciativas de impacto, das quais 90% selecionadas para aceleração, incubação e fundos são lideradas por homens, brancos e com ensino superior completo. O foco da primeira edição serão negócios com atuação nos bairros da capital paulista M´Boi Mirim, Capela do Socorro, Capão Redondo e Campo Limpo. Os selecionados receberão até R$ 20 mil de capital-semente para investir no negócio. Podem participar empreendedores sociais com produtos e serviços já desenvolvidos e com potencial para ganhar escala; em estágio inicial de vendas; ou com modelo consolidado e ganhos na estrutura operacional. O programa inclui encontros presenciais mensais de até quatro horas no espaço d'A Banca sobre temas relacionados ao negócio, acompanhamento quinzenal, workshops com empreendedores acelerados pela Artemisia para promover a interação entre realidades distintas e aprendizado mútuo e acesso a conhecimento e rede de mentores das três organizações realizadoras. No fim da aceleração, os selecionados que participaram ativamente e desenvolveram um bom plano de negócio receberão o capital-semente. Estão previstas também mentorias durante seis meses e encontros entre com os empreendedores da Rede Artemisia e alunos e professores do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV. Os interessados em participar podem se inscrever pelo site www.aceleradoranip.com.
Publicidade

Veja também