Publicidade
Praças Osório e Santos Andrade

Nem Copa nem veranico atrapalharam as vendas das Feiras de Inverno de Curitiba

Nem Copa nem veranico atrapalharam as vendas das Feiras de Inverno de Curitiba
(Foto: Luiz Costa /SMCS)

Nem a Copa do Mundo nem o veranico do fim de junho reduziram o movimento das tradicionais Feiras Especiais de Inverno de Curitiba. Expositores dos dois pontos da Prefeitura, nas praças Osório e Santos Andrade, comemoram as vendas de produtos típicos da estação mais fria do ano. As feiras ocorreram entre os dias 12 de junho e 14 de julho no centro da capital.

 “Tivemos muita procura tanto de turista quanto de moradores da cidade”, diz a artesã Ivone Bruschz França das Neves, que comercializou, na Praça Osório, cachecóis, golas e toucas em tricô, crochê, tear e pele.

De acordo com ela, a localização privilegiada dos dois pontos garantiu o grande volume de público e as boas vendas. “As feiras estão próximas a hotéis e restaurantes e quem trabalha no centro acaba dando uma passadinha”, justifica ela.

Durante os 33 dias das duas feiras, Angela Kimei Aida viu suas linhas artesanais de sabonetes e aromatizantes de ambiente serem muito procuradas por quem circulou pela Osório.

“Eu até vendi mais para turistas, pois meus itens são boas opções de presentes e lembranças de viagem”, conta ela, que tinha em sua barraquinha, produtos com motivos típicos curitibanos, como sabonetes em formato de pinhão.

Mel
O mel oferecido por Valdir Felice em sua banca na Osório também teve grande procura tanto por fregueses fieis como por pessoas que estavam fazendo turismo na capital. “Oferecemos um alimento certificado, com garantia de procedência e qualidade”, afirma ele. O mel comercializado por Valdir é produzido pela família dele em Bocaiúva do Sul, na Grande Curitiba.

As Feiras Especiais de Inverno reuniram, ao todo,  72 barraquinhas (61 na Osório e 11 na Santos Andrade) e foram um convite para garimpar artesanato e vestuário (cachecóis, luvas, toucas, pantufas, pijamas, blusas e roupas de festa caipira, além de itens de decoração e com temas de Curitiba).

Nos locais também não faltaram opções culinárias para degustação na hora, de diversas regiões do Brasil e do mundo, bem como de artesanato gourmet, como pães, geleias, mel, chocolate, bolachas e biscoitos – além de pinhão e quentão.

Inverno em Curitiba
As feiras da Osório e Santos Andrade fizeram parte do Inverno em Curitiba – Aqueça sua Programação. Até setembro, o calendário especial da capital reúne opções de passeios e programas culturais e de gastronomia e é um convite para sair de casa ou do hotel. A lista de atrações é extensa e há várias atrações gratuitas. Confira a programa atualizada no site.

DESTAQUES DOS EDITORES