Números

Nico fez o 101º gol do Athletico na Libertadores. Quem é o maior goleador do clube?

Nico Hernandez comemora o 101º gol do Athletico na Libertadores
Nico Hernandez comemora o 101º gol do Athletico na Libertadores (Foto: Valquir Aureliano)

Com o gol de Nico Hernandez, o segundo na vitória sobre o Libertad, o Athletico soma 101 gols ao todo em 71 jogos na Libertadores. Uma média de 1,42 gols por partida. O primeiro gol do clube na Libertadores foi marcado em 2000, pelo lateral Luisinho Netto, na vitória de 3 a 0 sobre o Alianza Lima, no Peru, na estreia rubro-negra na competição. Ao todo, o clube soma 33 vitórias, 11 empates e 27 derrotas na história do torneio.

Todos os goleadores do Athletico na Libertadores

6 gols

Luisinho Netto, lateral: 4 em 2000 e 2 em 2002

Lima, atacante: 6 em 2005

Marco Ruben, atacante: 6 em 2019

5 gols

Lucho González, meia: 3 em 2017, 0 em 2019 e 2 em 2020

4 gols

Kelly, meia-atacante: 4 em 2000

Aloisio, atacante: 4 em 2005

Ederson, atacante: 3 em 2014 e 1 em 2017

3 gols

Lucas, atacante: 3 em 2000

Felipe Gedoz, meia: 3 em 2017

Nikão, meia: 3 em 2017, 0 em 2019 e 0 em 2020

Pablo, atacante: 1 em 2017 e 2 em 2022

Christian, volante: 1 em 2020 e 2 em 2022

2 gols

Ilan, atacante: 2 em 2002

Denis Marques, atacante: 2 em 2005

Marcão, lateral: 2 em 2005

Maciel, atacante: 2 em 2005

Fabrício, meia: 2 em 2005

Renan Lodi, lateral: 2 em 2019

Bruno Guimarães, volante: 2 em 2019

Guilherme Bissoli, atacante: 2 em 2020

1 gol

Kleber, atacante: 1 em 2000 e 0 em 2002

Luís Carlos Goiano, volante: 1 em 2000

Alex Mineiro, atacante: 1 em 2002

Alessandro, lateral: 1 em 2002

Flávio Luís, meia: 1 em 2002

Kleberson, volante: 1 em 2000 e 0 em 2002

Dagoberto, atacante: 1 em 2002

Adriano Gabiru, meia: 0 em 2000 e 1 em 2002

Marín, lateral: 1 em 2005

Cléo, atacante: 1 em 2005

Evandro, meia: 1 em 2005

Fernandinho, volante: 1 em 2005

Manoel, zagueiro: 1 em 2014

Paulinho Dias, volante: 1 em 2014

Felipe, meia: 1 em 2014

Dráusio, meia: 1 em 2014

Adriano Imperador, atacante: 1 em 2014

Grafite, atacante: 1 em 2017

Thiago Heleno, zagueiro: 1 em 2017, 0 em 2019 e 0 em 2020

Eduardo da Silva, atacante: 1 em 2017

Douglas Coutinho, atacante: 1 em 2017

Carlos Alberto, meia: 1 em 2017

Tomás Andrade, atacante: 1 em 2019

Walter, atacante: 1 em 2020

Richard, volante: 1 em 2020

David Terans, meia: 1 em 2022

Tomás Cuello, extremo: 1 em 2022

Canobbio, extremo: 1 em 2022

Pedro Rocha, extremo: 1 em 2022

Vitor Roque, atacante: 1 em 2022

Nico Hernández, zagueiro: 1 em 2022

Gols contra

Duarte (Universitário – 2014)

Moreyra (Universitário – 2014)

Campos (Colo-Colo – 2000)

Suazo (Colo-Colo – 2000)

Fonte: site oficial do Athletico