Publicidade
Mercado da Bola

No Coritiba, Lucas Tocantins desafia fraco desempenho dos 'caipiras'

Lucas Tocantins, novo reforço do Coxa: quatro gols em oito jogos no último Campeonato Paranaense
Lucas Tocantins, novo reforço do Coxa: quatro gols em oito jogos no último Campeonato Paranaense (Foto: Divulgação/ Coritiba)

Na última sexta-feira, o Coritiba confirmou o seu 15º reforço para a temporada. Trata-se do ponta Lucas Tocantins contratado junto ao FC Cascavel por empréstimo - o contrato é válido até o final da temporada e o clube da capital tem opção de compra. Para vingar no time do Alto da Glória, contudo, o jogador de 24 anos, autor de quatro gols em oito jogos no Campeonato Paranaense, terá de contrariar as probabilidades.


Na atual década, segundo levantamento feito pelo
Bem Paraná, o Coxa apostou em 12 reforços 'caipiras', ou seja, jogadores vindos de times do interior, do litoral paranaense ou do JMalucelli (que é um clube da capital, mas de porte equivalente à maioria das equipes interioranas). Desses, apenas dois deram certo e ambos foram contratados junto ao Londrina, equipe de maior expressão do interior paranaense.

Essas duas contratações foram as do lateral-direito Ayrton, em 2012, e do atacante camaronês Joel Tagueu, em 2014. Ambos foram contratados por empréstimo e deram bom retorno técnico ao clube, mas em seguida foram negociados por Sérgio Malucelli com equipes de maior poderio financeiro.

Contratado em maio de 2012, após se destacar no Campeonato Paranaense, Ayrton chamou a atenção no Alto da Glória pela qualidade no apoio e precisão na bola parada. Depois do empréstimo ao Coxa, foi contratado pelo Palmeiras e rodou na sequência por clubes como Flamengo, Figueirense e Vitória.

Com Joel, a situação foi parecida. Aos 20 anos, o camaronês havia sido um dos destaques do Londrina campeão paranaense de 2014 e também fez boas atuações na Copa do Brasil e na Série D do Campeonato Brasileiro. Emprestado ao Coxa em setembro, destacou-se com oito gols em 20 jogos e, ao lado do camisa 10 Alex, que fazia sua última temporada como profissional, foi o principal destaque da equipe na luta contra a degola. No ano seguinte, foi vendido ao Cruzeiro.

Dentre os demais nomes, alguns chegaram ao Alto da Glória com grandes expectativas por parte da torcida. Foi o caso do volante Germano, outro contratado junto ao Londrina, e do meia Ruy, cuja historia vale a pena ser relembrada.

Revelado pelo próprio Coxa, deixou o clube em 2009 e peregrinou pelo futebol paranaense e português. Em 2015, aos 26 anos e jogando pelo Operário, foi destaque no Paranaense com cinco gols, um deles na final contra o Coritiba - o Fantasma ficou com taça. Com a camisa alviverde, porém, não conseguiu repetir o bom desempenho e, embora tenha contrato até o final de 2019, dificilmente voltará ao Coxa - foi emprestado ao América-MG (em 2017 e 2018) e, nesta temporada, ao Vitória.

Louzer fala em 'encorpar' elenco para a Série B

Além de Lucas Tocantins, outro nome já confirmado pelo Coritiba para a Série B é o meia-atacante chileno Francisco Arancibia, que estava na Universidad de Chile. Outro nome na pauta coxa-branca é o lateral-direito Diogo Mateus, de 26 anos e que foi um dos destaques da Ferroviária, de Araraquara, no último Campeonato Paulista, quando disputou 13 jogos, marcou um gol e deu duas assistências. Pelo que indica o técnico Umberto Louzer, porém, as novidades para a Segundona não devem parar por aí.

“Falar em números é complicado, mas temos lacunas a serem preenchidas. O mercado está aquecido e temos que ser pontuais no que a gente precisa", disse o treinador em entrevista coletiva. "Precisamos de mais valores, mais atletas que estejam acostumados a jogar uma Série B. São 38 jogos, dificilmente um atleta vai jogar todos. Você precisa ter um elenco homogêneo e estamos procurando isso no mercado, para poder qualificar esse elenco."

OS “CAIPIRAS” DO COXA

2019

Lucas Tocantins (ponta, Cascavel)

2017

Luizão (zagueiro, Londrina)

Getterson (ponta, JMalucelli)

Tomás Bastos (meia-atacante, JMalucelli)

2015

Ruy (meia-atacante, Operário)

Leandro Silva (zagueiro, JMalucelli)

Paulinho Mocellin (ponta, Londrina)

2014

Reginaldo (lateral, Maringá)

Joel Tagueu (atacante, Londrina)

Rhuan (lateral, Junior Team)

2013

Germano (volante, Londrina)

Maikinho (ponta, Operário)

2012

Ayrton (lateral-direito, Londrina)

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias