Publicidade
Hospital

Novo edital do leilão do Evangélico traz mudanças na forma de participação do pregão

Novo edital do leilão do Evangélico traz mudanças na forma de participação do pregão
(Foto: Arquivo Bem Paraná)

Após tentativas de impugnação do edital do leilão do Hospital Evangélico de Curitiba e da Faculdade de Medicina por parte de alguns interessados na compra, a Justiça do Trabalho acolheu algumas sugestões e publicou um novo edital a fim de corrigir algumas imperfeições no texto. A principal mudança é que não haverá mais a entrega de envelopes, que seria a primeira fase do pregão. Entretanto, todos os interessados devem comprovar idoneidade financeira e fiscal por meio de certidões negativas e se habilitar no processo até o dia 25 de julho. O valor da venda não foi alterado e continua em R$ 205.994.575,67.
 
Ficou mantida a necessidade de seguro ou depósito de R$ 5 milhões como garantia para participação da negociação. Quem arrematar o hospital e a faculdade não responderá por nenhuma dívida anterior e apenas continuará com os contratos de trabalho vigentes.
 
O pregão será comandado pelo leiloeiro Helcio Kronberg e ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na 9ª Vara do Trabalho de Curitiba, localizada no Fórum Trabalhista de Curitiba - Avenida Vicente Machado, 400, 5º piso.
 
O Hospital Evangélico atende de 25 mil a 30 mil pacientes por mês, em média de 1,1 mil por dia. De acordo com a mantenedora, 95% do atendimento é pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital é referência em processos de alta complexidade (tratamento de queimados, cirurgias bariátricas e plásticas, transplante de órgãos) e atendimento emergencial.

No caso da faculdade, o novo responsável deverá “garantir práticas de ensino baseadas no cuidado integral e resolutivo ao usuário”.  A faculdade ainda deve manter a oferta da graduação de Medicina e dos cursos de pós-graduação. Deve ser obrigatória a sua aquisição por alguma instituição de ensino superior credenciada pelo MEC – a aquisição por formação de consórcio será aceita pelo juiz, ou seja, empresas e associações pode comprar o hospital e a faculdade.
 
Sobre Helcio Kronberg
 
Leiloeiro público oficial pela Junta Comercial do Estado do Paraná com 18 anos de experiência na área. É autor do livro “Leilões Judiciais e Extrajudiciais” recém lançado pela Editora Hemus. É docente, jurisconsulto com várias titulações acadêmicas. Para mais informações basta acessar: www.kronberg.com.

DESTAQUES DOS EDITORES