Publicidade
Micromodal

Novo serviço de patinetes elétricos compartilhados começa a operar em Curitiba

(Foto: Divulgação / Grin)

Curitiba contará, a partir da próxima terça-feira (26/2), com mais uma opção de patinetes elétricos compartilhados. A empresa Grin será a responsável pela implantação do sistema, que foi apresentado, nesta sexta-feira (22/02), ao prefeito Rafael Greca. Em janeiro, a startup Yellow passou a oferecer o aluguel de bicicletas e patinetes.

Co-fundadora da Grin, Paula Nader contou que, inicialmente, serão disponibilizados 200 patinetes para que, nos próximos meses, a relação entre a cidade e esse novo modal de transporte possa ser regularizada com a troca de informações entre a empresa e o município. “Cada cidade tem uma particularidade”, justificou a executiva.

Ela disse que a operação será inicialmente em pontos privados, onde o usuário poderá retirar e entregar os patinetes. Estão previstos 70 pontos comerciais para início das operações.

Preço e área

A Grin inicia a operação de patinetes nos bairros Centro, Centro Cívico, Batel e Bigorrilho. Pelo aplicativo da empresa, é possível localizar o patinete mais próximo, destravá-lo e andar. O app sugere a estação mais próxima para entrega do patinete. O preço será é de R$ 3 para os três primeiros minutos de uso e R$ 0,50 a cada minuto extra. O pagamento é feito pelo cartão de crédito cadastrado no app.

Smart City Expo Curitiba 2019

A co-fundadora da Grin antecipou que a empresa irá expor seus patinetes no Smart City Expo Curitiba 2019, maior evento de cidades inteligentes do mundo, que ocorrerá entre os dias 21 e 22 de março. “Vamos mostrar aos participantes do evento que temos uma excelente solução para as cidades inteligentes, em especial, no relacionamento com a cidade e seus moradores”, observou ela.

DESTAQUES DOS EDITORES