Publicidade
Locação

Novos universitários fazem procura por imóveis crescer 30% em Curitiba

Papai Noel ainda nem saiu do Polo Norte, mas para o setor de locação de imóveis o Natal já começou. É que o período de final de ano, com férias escolares e a chegada de uma nova leva de universitários vindos de diversas regiões do país, marca também a principal época para locações. Em Curitiba, por exemplo, a procura por imóveis residenciais para locação já subiu 30%.

A estimativa é das 13 imobiliárias integrantes da Rede Imóveis, que juntas detém 33% deste mercado em Curitiba. Letícia Moritz, coordenadora da associação, aponta ainda que o fato desta ser a principal época para locações acaba servindo como uma espécie de incentivo àqueles que estão pensando em se mudar ou que estão precisando de uma nova residência e querem encontrar as melhores oportunidades.

Estamos entrando no período do ano no qual há o maior número de mudanças, ou seja, quando as famílias aproveitam para trocar de imóvel, seja para morar mais próximo da escola dos filhos ou do trabalho; é também quando chegam novos universitários e, até mesmo, quando muitos daqueles estudantes que concluíram os cursos deixam Curitiba para voltar para suas cidades de origem, explica.

Em novembro, segundo dados do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), vinculado ao sistema do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR), haviam 10.626 imóveis residenciais para locação, uma redução de 9% na comparação com o número de imóveis ofertados em novembro do ano passado.

Preço
Na comparação de outubro com novembro deste ano, as kitinetes e casas de alvenaria com um dormitório que tiveram alta no preço, de 4,9 e 2,3%, respectivamente. Esse tipo de imóvel é muito procurado por universitários, o que pode explicar a variação positiva.

Uma estimativa histórica do setor aponta que 40% da procura por imóveis para alugar é feita por pessoas de outras cidades, índice que aumenta para 60% entre dezembro e fevereiro, o que coincide com o período de matrículas e início das aulas nas universidades, centros universitários e faculdades. Curitiba é uma cidade universitária. São mais de 125 mil estudantes no ensino superior em cerca de 70 instituições de ensino na Capital.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES