'O Gambito da Rainha', uma série que vale cada minuto

Acabou de entrar no catálogo da Netflix e chegou para conquistar o público. Com o nome inspirado em uma jogada muito rara no xadrez, O Gambito da Rainha apresenta ao público mais que o mundo desse jogo. Traz para a tela a trajetória de uma garota órfã, com sua passagem dolorosa da infância para a vida adulta.

A história é baseada no romance de Walter Tevis, e começa com a chegada da pequena Beth Harmon (Anya Taylor-Joy) ao orfanato, no final dos anos 1950. No decorrer da trama, vamos aos poucos sabendo o que aconteceu com a menina, o porquê de ter ido parar nesse lugar e como vai revelando sua inteligência e perspicácia.

Fatores que vão contribuir para o seu desempenho no futuro, como uma exímia enxadrista, que vai disputar partidas em âmbito internacional. E foi com o zelador do orfanato, que ela aprendeu a jogar. Com ele desenvolveu uma técnica que fará dela um nome respeitado e que todos querem enfrentar, e vencer.

Em um mundo dominado por homens, Beth Harmon se atreve a cavar seu espaço. Não tem meio termo para ela. Mas essa caminhada não será simples, claro que não. Terá de superar obstáculos pessoais e enfrentar e vencer os mais temidos adversários. A minissérie tem somente sete episódios, que valem cada minuto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.