Publicidade
Coronavírus

ONG de Curitiba ajuda famílias de pessoas com deficiência de extrema vulnerabilidade

(Foto: Divulgação)

A ASID Brasil mapeou na última semana 326 famílias de pessoas com deficiência em situação de extrema vulnerabilidade que precisam de ajuda durante a crise gerada pelo COVID19. As principais necessidades apontadas são de alimentos, produtos de higiene e remédios. No Paraná, 43 famílias serão beneficiadas.

A campanha irá beneficiar seis estados brasileiros, tendo todo seu valor revertido para a compra e entrega de cestas básicas, kits de higiene pessoal e auxilio para medicamentos. As primeiras entregas de cestas básicas foram feitas neste sábado (28) em Brasnote, no Mato Grosso.

Doe AQUI

Vejas quantas e de onde são famílias beneficiadas

TOTAL: 326 famílias

Alagoas: 18

Mato Grosso: 21

Paraná: 43

Rio de Janeiro: 33

Santa Catarina: 8

São Paulo: 203

Sobre a ONG

Tudo começou com um projeto de universidade. Com R$ 330 para investir e o desejo de construir uma sociedade mais inclusiva, três amigos (Alexandre Amorim, Diego Hideo Tutumi e Luiz Hamilton Ribas) decidiram elaborar um projeto voltado a beneficiar pessoas com deficiência. Nascia a Ação Social para Igualdade das Diferenças (Asid Brasil), que há quase 10 anos conecta empresas, voluntários, instituições e mais de 58 mil pessoas com deficiência (PcD) e suas famílias.

A ideia de criar o projeto surgiu a partir da convivência com a irmã de Alexandre, que nasceu com síndrome de down e autismo. Ao notarem as dificuldades que as instituições para PcD enfrentam para se manterem abertas, elaboraram um projeto para a disciplina de Terceiro Setor na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Na época, a Escola Especial Alternativa precisava de um suporte para resolver o problema financeiro, capacitar os profissionais e melhorar a divulgação. Panfletos foram distribuídos e os três amigos bateram de porta em porta. Ouviram 88 “nãos”. Mas quando ouviram o primeiro “sim”, tudo mudou. A instituição, que tinha uma dívida de R$ 70 mil, logo saiu do vermelho.

Reconhecida em 2017 como uma das 100 melhores ONGs brasileiras pelo Instituto Doar e a revista Época, a Asid Brasil teve um crescimento de 61% em 2018. As ambições, porém, são ainda maiores: impactar 10 milhões de pessoas até 2025.

Com o propósito de possibilitar o desenvolvimento das pessoas com deficiência, empoderamento das famílias e inclusão no mercado de trabalho, a Asid reestrutura entidades para essas PcD, cria soluções e ações para as empresas se tornarem inclusivas, além de articular ações de voluntariado corporativo em grandes organizações como a Fundação Telefônica Vivo, PwC e Samsung.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES