Publicidade
menosémais

Para ser elegante na vida real

Você já leu por aqui e ouviu por aí uma porção de vezes que menos é mais, que bons clássicos se desdobram em mil e uma produções e que não é preciso engolir nenhuma tendência para estar elegante. A única coisa necessária é se conhecer bem. Muito bem.

E olha que não estou falando sozinha disso, não. Nesta semana, a jornalista Glória Kalil, especialista em moda e etiqueta, esteve em Curitiba para a edição do Pátio Batel Fashion Walk, e falou ao público sobre ser elegante na vida real, sem abrir mão do conforto e do estilo próprio. “Não é só estar confortável na sua roupa, é estar confortável aonde você está e como você está”, comentou ela. Ou seja, não tem coisa mais bonita que uma pessoa de bem com ela mesma, educada, honesta com seus princípios, generosa com sua própria beleza.

A roupa é um complemento. Daqueles incríveis. Se souber usá-la em seu favor e atualizando os looks com materiais moderninhos, modelagens da hora e novos jeitos de usar o que você já tem, tudo fica melhor ainda. Quer se inspirar? Nos desfiles do PBFW uma revisão chiquérrima do jeito de vestir da Paris dos anos 1970 e a mistura divertida das estampas clássicas, como animal print, listras e grafismos.

Fotos Rodrigo Leal

Festa dos bichos com duas padronagens diferentes

Bolsa transversal com corrente dourada e tênis no mesmo look

Sexy revisto com transparência e couro

Listras sempre atualizam o look, desde os tempos de Coco Chanel

Alfaiataria de verão em linho

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES