Publicidade
Sub-23

Paraná Clube sofre a segunda derrota no Brasileiro de Aspirantes

Santos 3 x 1 Paraná Clube
Santos 3 x 1 Paraná Clube (Foto: Divulgação/Pedro Ernest Guerra Azevedo/Santos FC)

O Paraná Clube sofreu nesta quinta-feira (06) a segunda derrota no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. O Tricolor saiu na frente, mas sofreu a virada: Santos 3 a 1, no estádio Ulrico Mursa, em Santos. Na próxima quinta-feira, o jogo será em casa, diante do Internacional-RS.

Na primeira rodada, o Paraná venceu fora de casa o Sport, por 1 a 0. Na segunda rodada, perdeu por 2 a 0 para o Figueirense, na Vila Capanema.

No jogo contra o Santos, o técnico Jorge Ferreira utilizou apenas dois atletas do grupo profissional: o ponta Jhemerson e o meia Gabriel Pires. A escalação teve Guilherme; Kennidy (Lucas Sene), Vitão, Paulo Fales (Thiagão) e João Victor; Willian e Kriguer; Gabriel Pires (Wilson Tamandaré), Warley (Lucas Schmidt) e Jhemerson (Thiago Alves); Rafael Furtado.

O Paraná vem usando o Brasileirão de Aspirantes para dar experiência aos mais jovens e ritmo de jogo para os atletas pouco utilizados pelo técnico Matheus Costa na Série B.

O regulamento do Brasileiro de Aspirantes prevê a utilização de jogadores sub-23, mas cada equipe pode escalar quatro acima de 23 anos.

REGULAMENTO
O Brasileiro de Aspirantes reúne 16 clubes (escolhidos pelo ranking da CBF) divididos em dois grupos. O Paraná está no Grupo A, junto com Coritiba, Avaí, Bahia, Corinthians, Goiás, Grêmio e Santa Cruz. O Athletico ficou no Grupo B, com Ceará, Figueirense, Inter, Ponte Preta, Santos, Sport e Vitória.

Na primeira fase há um cruzamento entre os Grupos A e B, com cada equipe realizando 8 jogos. Os quatro primeiros de cada chave avançam para a segunda fase.

O Brasileirão de Aspirantes começou a ser disputado no formato atual em 2017. Naquele ano, o Internacional foi campeão. Em 2018, o título ficou com o São Paulo. Essa é a primeira vez que o Paraná Clube disputa a competição.

O JOGO
O Tricolor começou bem o jogo contra o Santos e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Gabriel Pires passou por três marcadores e dentro da área bateu cruzado para o fundo da rede: 1x0.

O Santos só reagiu aos 29 minutos, quando Alexandre recebeu passe na área e chutou no canto esquerdo para empatar. No segundo tempo, o time paulista partiu para a vitória. Aos 12 minutos, após cobrança de escanteio, Bruno Henrique subiu mais que todos para conferir de cabeça: 2x1.

Na busca pelo empate, Jorge Ferreira mexeu na equipe. Mas, mais uma vez foi o Santos quem chegou ao gol. Aos 30 minutos, um ótimo lançamento para Moraes. Livre de marcação ele avançou e, frente a frente com o goleiro, bateu no canto para marcar o terceiro gol do Peixe.

A situação se complicou de vez aos 37 minutos, quando o goleiro Guilherme foi expulso. Com as alterações já efetuadas, Gabriel Furtado teve que ir para a meta. O jogo se arrastou até o final e, sem grandes chances para nenhum dos lados, terminou mesmo com o placar de 3x1 para o Santos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES