Publicidade
Visitante indigesto

Paraná promete ir ao ataque contra o Guarani para fechar trinca fora de casa

(Foto: Geraldo Bubniak)

Terceiro melhor visitante da Série B, com aproveitamento de 51,52% fora de casa (cinco vitórias e dois empates em 11 jogos), o Paraná Clube encara na manhã deste sábado (21 de setembro), no Brinco de Ouro, o Guarani, em duelo válido pela 23ª rodada da Série B. Será a oportunidade de a equipe comandada por Matheus Costa alcançar a sua terceira vitória seguida fora de casa, além de ampliar a invencibilidade na Segundona - já são seis jogos sem derrota.

Para conseguir os três pontos, o Tricolor promete ir ao ataque. Para isso, o técnico paranista abrirá mão do esquema com três volantes, que chegou a ser utilizado na Série B, para jogar com três atacantes: Bruno Rodrigues na ponta-esquerda, Judivan ou Pimentinha pela direita e Judivan centralizado no ataque, como referência. Na armação de jogadas, o meia João Pedro.

"A minha ideia é jogar com três atacantes. João Pedro deve ser um meia de organização para usar nossos atacantes de lado e a referência. Ficamos felizes em ter alternativas, com mudanças de peças. Vamos para buscar essa vitória",disse o técnico Matheus Costa em entrevista coletiva.

A novidade no time paranista será o zagueiro Leandro Almeida, que retorna para jogar ao lado de Eduardo Bauermann após cumprir suspensão. Rodolfo, titular da equipe, está fora por ter tomado o terceiro cartão amarelo. Os outros desfalques são Sueliton e Vitinho, que seguem vetados pelo departamento médico.

“Temos que procurar pontuar. Estamos próximos do G4, mas o importante é fecharmos a competição entre os quatro melhores. Então, vamos passo a passo, sempre procurando uma evolução técnica do time, que ganhou muito com os reforços recém-chegados”, arrematou Matheus Costa.

Confronto difícil

Embora o Guarani esteja na lanterna da Série B, com apenas 22 pontos, o zagueiro Leandro Almeida fez questão de ressaltar que o jogo será duro, principalmente tendo em vista os bons resultados alcançados pela equipe paulista em jornadas recentes.

“Eles venceram três dos últimos quatro jogos. Precisamos estar atentos e procurando impor o nosso jogo”, comentou o zagueiro paranista. “Não estamos vencendo em casa. Mas, o sistema defensivo vem muito bem, com uma grande entrega coletiva. Por isso, independente de quem joga, a equipe está equilibrada”, completou.

Adversário

No Guarani, uma mudança é certa no time titular: a estreia de Bidu na lateral no lugar de Thallyson, suspenso. Armero, Bady, Marquinhos e Bruno Lima seguem em recuperação de lesões.

O técnico Thiago Carpini, porém, pode ainda apostar numa novidade tática no onze inicial, com o meia Lucasn Crispimdeixando o time titular para a entrada de Ricardinho ou Filipe Cirne, reforçando o meio de campo do Bugre.

A possível escalação da equipe é a seguinte: Klever; Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Bidu; Deivid, Igor Henrique, Arthur e Filipe Cirne (Lucas Crispim ou Ricardinho); Davó e Michel Douglas.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES