Brasileirão

Paraná tenta se aproveitar de ‘lei do ex’ diante do Sport

"O t\u00e9cnico do Paran\u00e1, Claudinei Oliveira: at\u00e9 pouco tempo, ele estava no Sport"
"O t\u00e9cnico do Paran\u00e1, Claudinei Oliveira: at\u00e9 pouco tempo, ele estava no Sport" (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube enfrenta o Sport neste domingo (2), às 16 horas, em Recife, pela 22ª rodada do Brasileirão. O clube paranaense vai tentar colocar a seu favor a ‘lei do ex’ – uma máxima do futebol que diz que quem passou por um clube e saiu de lá vai brilhar quando o enfrentar. Esse alguém, no caso, é o técnico Claudinei Oliveira, que comanda o Sport no Brasileirão e agora está no Paraná.

Claudinei foi o treinador do Sport até o dia 12 de agosto – caiu após a derrota em casa para o São Paulo (3 a 1), naquele que era o 8º jogo seguido sem vitória do time pernambucano. Na mesma semana, ele acertou com o Paraná Clube, para o lugar de Rogério Micale – também demitido por causa de resultados ruins.

No Paraná, Claudinei soma um empate – contra o líder São Paulo – e duas derrotas de 1 a 0, para Internacional e Criciúma. Já o Sport continuou amargando maus resultados depois que Claidinei saiu. Não venceu nenhum dos três jogos seguintes, já sob o comando de Eduardo Baptista (ex-Coritiba). “Ele conhece a individualidade de cada um”, admitiu Baptista, sobre o treinador do Paraná. Claudinei, por sua vez, desconversou. “Tem a questão de conhecer a características dos atletas. Mas a vantagem não é muito grande, pois chega um novo treinador e muda a maneira de jogar”, disse.

O treinador do Paraná pode contar com o retorno do lateral Júnior, que cumpriu suspensão diante do Corinthians. Por outro lado, o volante Leandro Vilela, expulso no último jogo, está suspenso. A tendência é que Jhonny Lucas seja escalado. O treinador ainda planeja colocar Nádson no lugar de Raphael Alemão.

O Parana é o lanterna do Brasileirão, com 15 pontos em 21 rodadas. O Sport está um pouco acima: ocupa a 18ª posição, com 20 pontos.

 

SPORT x PARANÁ

Sport: Magrão; Cláudio Winck, Ernando, Durval e Sander; Felipe Bastos e Nonoca; Rogério, Marlone e Gabriel; Hernane. Técnico: Eduardo Baptista

Paraná: Richard; Júnior, Renê, Cléber Reis e Igor; Jhonny Lucas e Alex Santana; Nádson, Caio Henrique e Silvinho; Rafael Grampola. Técnico: Claudinei Oliveira

Árbitro: Émerson de Almeida Ferreira (MG)

Local: Estádio Ilha do Retiro, em Recife, domingo, às 16h