Publicidade
Na Vila Capanema

Paraná vence o Coritiba e encerra jejuns no clássico

Paraná vence o Coritiba e encerra jejuns no clássico

O Paraná Clube venceu por 2 a 0 o Coritiba, nessa quarta-feira (dia 7) à noite, pela 2ª rodada da Taça Caio Junior – o 2º turno do Campeonato Paranaense. Com o resultado, o Tricolor ficou na 3ª colocação e o Coritiba, em 5º lugar do Grupo A. Os dois melhores de cada grupo avançam para as semifinais da Taça. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Na classificação geral, que define o rebaixamento e o mando de campo do segundo jogo da final do Estadual, o Paraná é o 8º colocado, com 9 pontos. O Coxa está na 5ª posição, com 11 pontos.

Clique aqui para ver a galeria de fotos do jogo.

FASES
O Paraná soma agora duas vitórias em 2018. Nos demais jogos, foram quatro empates e quatro derrotas. Já o Coritiba chegou à terceira derrota consecutiva e completou 270 minutos sem marcar gols. No total do ano, o Coxa tem cinco vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

JEJUM
O Paraná não marcava gols no Coritiba há quatro clássicos. O último havia ocorrido em 2013, pelo Paranaense, com o placar por 3 a 2 no Couto Pereira. Essa tinha sido a última vitória do Tricolor na história desse confronto. Depois, foram três vitórias do Coxa e um empate.

Contando apenas os clássicos entre os dois times na Vila Capanema, o Paraná não vencia desde 2009 (por 2 a 1, pelo Paranaense). Depois daquele confronto, foram três empates no local e uma vitória do Coxa.

HISTÓRIA
Esse foi o clássico número 100 da história, contando também torneios amistosos e partidas entre 'times B' dos dois clubes. São 33 vitórias do Paraná, 29 empates e 38 vitórias do Coritiba. Considerando apenas as partidas oficiais, foi o clássico número 96 da história.

DESEMPENHO
O Paraná não teve uma grande atuação, mas dominou o jogo e mostrou evolução em relação aos últimos jogos, principalmente pela garra dos jogadores em campo e pela organização tática. O Coritiba repetiu o fraco desempenho das últimas partidas, com o time radicalmente recuado e sem qualquer criatividade no setor ofensivo. E um escanteio foi decisivo para o placar. Dos 11 gols sofridos pelo Coxa em 2018, seis foram em jogadas de bola parada.

Clique aqui para ver uma análise do desempenho individual dos jogadores do Paraná Clube e aqui para ver as notas para os jogadores do Coritiba.

ESCALAÇÃO DO PARANÁ
Os desfalques do técnico Rogério Micale eram o goleiro Luís Carlos, o zagueiro Charles, o volante Jhony e os meias Matheus Pereira e Guilherme Biteco e o ponta Minho, todos em recuperação. O treinador manteve o esquema tático 4-2-3-1. Os três meias ofensivos eram Carlos Eduardo (centro), Báez (esquerda) e Vitor Feijão (direita).

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
O técnico Sandro Forner não contava com o volante Vitor Carvalho, o meia Ruy, o lateral-esquerdo William Matheus e o atacante Kleber Gladiador, todos em recuperação. O esquema tático foi o 4-1-4-1 de sempre.

PRIMEIRO TEMPO
O Paraná teve o domínio do jogo desde o início. O Coritiba ficou recuado e apostou em contra-ataques. Pelo lado do mandante, o centroavante Thiago Santos foi o grande destaque, aproveitando bem a movimentação dos pontas Vitor Feijão e Marcelo Báez. Na equipe visitante, os pontas também incomodaram e conseguiram levar o time ao ataque em cinco lances, mas pecaram na precisão das jogadas. A única grande chance do primeiro tempo foi do Paraná. Aos 44, Vitor Feijão cruzou e Thiago Santos cabeceou no canto. Wilson espalmou e a bola tocou na trave.

SEGUNDO TEMPO
O Coritiba tentou avançar e reagir na segunda etapa, mas sofreu um gol já aos 5 minutos. Carlos Eduardo bateu escanteio, Leandro Vilela desviou e Thiago Santos finalizou: 1 a 0. O jogo ficou equilibrado depois do gol, mas com poucas jogadas ofensivas. Só aos 34 o Paraná criou uma chance. Diego cruzou e deixou Thiago Santos na cara do gol. Ele chutou em Wilson. Aos 35, quase o empate do Coritiba. João Paulo soltou a bomba de longe e acertou o ângulo da trave.

EXPULSÃO E GOLAÇO
Aos 41 do 2º, Zezinho foi expulso por agredir Thalisson Kelven, que revidou, mas escapou de qualquer punição da arbitragem. O Paraná terminou o jogo com um jogador a menos. Mesmo assim, aos 48, Diego Gonçalves fez bela jogada individual e marcou um golaço, fechando aos 48.

PARANÁ 2 x 0 CORITIBA
Paraná: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Wesley Dias), Vitor Feijão, Carlos Eduardo e Marcelo Báez (Diego Gonçalves); Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale
Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; João Paulo, Julio Rusch, Thiago Lopes (Kady), Iago Dias (Yan Sasse) e Guilherme Parede (Alvarenga); Alecsandro. Técnico: Sandro Forner
Gols: Thiago Santos (5-2º) e Diego Gonçalves (48-2º)
Expulsão: Zezinho (41-2º)
Cartões amarelos: Marcos Moser, Julio Rusch, Yan Sasse (C). Jhonny Lucas, Leandro Vilela, Alemão (P).
Árbitro: Paulo Roberto Alves
Público: 3.757 pagantes
Local: Vila Capanema

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
7 – Jhony Lucas chuta de fora da área, Wilson pega
9 – Julio Rusch arranca com a bola e dispara de fora da área, por cima do gol
14 – Guilherme Parede avança pela esquerda, finta um e chuta do bico da área. Richard segura.
15 – Thiago Santos chuta de fora da área. Wilson rebate.
25 – Iago chuta sem direção, mas a bola desvia em Rayan e vai no centro do gol. Richard defende.
33 – João Paulo lança. Iago Dias chuta do bico da área. Rayan bloqueia.
44 – Vitor Feijão cruza da direita. Thiago Santos cabeceia no canto. Wilson espalma e a bola toca na trave.

Segundo tempo
2 – Julio Rusch lança. Parede recebe na área e ajeita para Thiago Lopes, que chuta mal.
5 – Gol do Paraná. Carlos Eduardo cobra escanteio. Leandro Vilela desvia na 1ª trave. Thiago Santos completa na 2ª trave.
7 – Carlos Eduardo bate escanteio. A bola chega até Rayan, na cara do gol. Ele se atrapalha para finalizar e Wilson abafa.
34 – Diego faz boa jogada e cruza na medida. Thiago Santos, na cara do gol, chuta em Wilson.
35 – João Paulo chuta de longe. A bola explode no ângulo da trave.
41 – Zezinho é expulso por agredir Thalisson Kelven, que revida, mas escapa da punição.
48 - Gol do Paraná. Diego recebe no meio, dribla dois adversários, invade a área e chute na saída de Wilson. Golaço.

 

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES