Publicidade
Infraestrutura

Perto de completar 326 anos, Curitiba vira um canteiro de obras em 2019

Obras em andamento no Parque do Pelourinho: Curitiba irá ganhar em breve uma pista de bicicross
Obras em andamento no Parque do Pelourinho: Curitiba irá ganhar em breve uma pista de bicicross (Foto: Franklin de Freitas)

Prestes a completar 326 anos, Curitiba não para. E uma prova disso é que a Cidade Modelo – um dos muitos epítetos que acompanham a capital paranaense – possui atualmente 46 obras públicas em andamento, além de ter entregue outrs 45 obras ao longo do ano passado. Segundo informações do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), o valor das obras por concluir chega a R$ 268,6 milhões, enquanto as obras encerradas em 2018 demandaram investimentos na ordem de R$ 82,6 milhões.

Dentre as obras concluídas ao longo do ano passado, a mais vultosa, em termos financeiros, foi a construção de muros de contenção nas margens do Rio Barigui, no valor de R$ 11,05 milhões. Iniciada em 02 de junho de 2015, deveria ter sido concluída no prazo de um ano, mas foi apenas em novembro do ano passado que a obra chegou ao fim, após pelo menos nove paralisações ao longo de todo esse período (o sistema do Tribunal de Contas, porém, não informa o motivo das paralisações).

Já entre as obras em andamento, há investimentos de ainda maior porte. A maior delas diz respeito ao lote 4.1 da Linha Verde Norte, entre a Estação Solar e a Estação Atuba. O valor é de R$ 69,4 milhões e prevê a realização de obras de terraplenagem, pavimentação, drenagem, paisagismo e sinalização, entre outros, com previsão para ser entregue em meados de 2020.

A segunda obra de mais alto valor também diz respeito à Linha Verde Norte. É o lote 3.1, no valor de R$ 48,3 milhões, cujas obras foram iniciadas ainda no final de 2015 e deveriam ter sido entregues no início de 2017, mas ainda não foram concluídas (o percentual de conclusão, medido em dezembro do ano passado, é de 90,23%.

Obras atrasadas, inclusive, é algo recorrente, revela o Tribunal de Contas. E a prova disso é que das 46 obras em andamento pela cidade, 28 já deveriam ter sido concluídas. A mais antiga delas diz respeito à execução da rede de água e esgoto, sistema viário, drenagem, terraplenagem e limpesza de áreas desocupadas nas Vilas Bela Vista da Ordem e Beira Rio. Com recursos do próprio município e do governo federal, a obra demanda investimento de R$ 2,9 milhões e foi iniciada em julho de 2012. A previsão inicial era de que fosse entregue em janeiro de 2013, mas em dezembro do ano passado, quando foi feita a última medição, apenas 59,29% havia sido concluída.

Além disso, as informações do TCE também apontam que há 24 obras paralisadas pela cidade, cujos contratos preveem investimentos de R$ 264,8 milhões. Novamente, as mais antigas (quatro delas) datam de 2012. E metade dessas 24 obras já estão com percentual de conclusão acima de 80%.

Dados estão disponíveis online no site do TCE
As informações sobre obras públicas estão disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR). Há informações sobre todas as obras concluídas, paralisadas ou em andamento por todo o estado, e não apenas Curitiba.
Pelo site do Tribunal, contudo, é um pouco difícil de encontrar o caminho que leva a esses dados. Por isso, o recomendado é acessar direto o link do Portal de Informações para Todos (http://servicos.tce.pr.gov.br/TCEPR/Tribunal/Relacon/Obra).
Pelo sitema, o cidadão pode realizar sua pesquisa pelo município em que estão sendo feitas as obras, situação da obra, valor e diversas outras opções. Além disso, caso deseje encontrar mais informações sobre uma obras específica, basta realizar a pesquisa, localizar a obra desejada e apertar numa lupa que aparece no canto direito da tela.

Nos últimos cinco anos, 413 projetos concluídos
Nos últimos cinco anos, um total de 413 obras foram concluídas e inauguradas em Curitiba, sendo que a maioria delas (350, ou 84,8% do total) são obras com financiamento próprio, ou seja, custeadas com dinheiro do município, que despendeu um total de R$ 680,8 milhões apenas nessas obras próprias.
Já se considerado o total de 413 obras concluídas desde 2014, o valor investido sobre para R$ 776,6 milhões. A exemplo das obras já contratadas, as intervenções mais custosas são aquelas relacionadas à Linha Verde, maior obra realizada na cidade nas últimas décadas. As obras na BR-476 (antiga BR-116) tiveram início em 2007, na parte Sul, e a previsão é de que a conclusão do trecho norte (o chamado lote 4.1) ocorra até 2020 - depois, a via ainda receberá obras secundárias, de responsabilidade da Prefeitura, que dev em se estender após este período.

Cidade ficará ainda mais esportiva nos próximos meses
Dentre as obras em andamento, destacam-se os investimentos voltados para a área esportiva. No Parque dos Peladeiros, por exemplo, foi iniciado no final do ano passado (dia 10 de dezembro) as obras para implantação de pista de BMX (bicicross, um esporte praticado com bicicletas especiais Numa espécie de corrida em pistas de terra). Com valor de R$ 826,5 mil, a obra deve ser entregue no dia 10 de abril deste ano.
Ademais, há outras três obras em andamento que dizem respeito à práticas esportivas. No CIC e no Cajuru, as obras para conclusão da construção de dois Centros de Iniciação Esportiva estão quase no fim, com 97,83% e 97,75% de conclusão. Já o Estádio Municipal de Beisebol, no Solitude, está recebendo nova infraestrutura e sendo modernizado. A obra, no valor de R$ 1,07 milhão, foi iniciada em dezembro do ano passado e deverá ser entregue em junho deste ano.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES