Publicidade
Foragido

Polícia divulga retratos simulados de suspeito de matar ator de 'Chiquititas'; ele pode estar no PR

(Foto: Divulgação/Polìcia Civil)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil divulgou retratos de possíveis visuais usados pelo comerciante Paulo Cupertino Matias, 48 anos, acusado de assassinar o ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos, e os pais do jovem, no último dia 9 no bairro de Pedreira (zona sul da capital paulista). O suspeito estava foragido até a publicação desta reportagem.

Segundo as alterações faciais, feitas em uma foto do acusado a pedido do 98º DP (Jardim Miriam), Matias, que usava cabelos longos, pode ter raspado a cabeça, deixado a barba crescer, cortado o cabelo curto, ou ainda usar boné e óculos escuros. Foram feitas oito modificações, que podem ajudar em sua identificação.   

O comerciante é acusado de matar a tiros o ator e seus pais, Miriam Selma Miguel, 50, e João Alcisio Miguel, 52, no momento em que eles chegaram em frente à casa da namorada do artista, filha do acusado, acompanhados da jovem.

Segundo laudo do Instituto de Criminalística, Miguel foi morto com sete tiros de pistola, o pai dele, com quatro, e a mãe, com dois disparos.

A polícia investiga se parentes de Matias estariam ajudando o comerciante a se manter foragido da Justiça.

O Agora publicou, nesta quarta-feira (19), que uma carta anônima, com possíveis paradeiros do acusado pelo triplo assassinato, foi encontrada um dia após o crime, durante o velório das vítimas.

Segundo o documento, escrito à mão e que a reportagem teve acesso, é informado que uma irmã de Matias possui imóveis no estado do Paraná, onde manteria criação de gado.

A reportagem apurou que o documento foi entregue ao 98º DP (Jardim Miriam), que investiga o caso. Um policial afirmou, em condição de anonimato, que seis pessoas foram ouvidas no distrito nesta terça-feira (18), entre elas parentes de Matias. O teor dos depoimentos não foi informado.

Caso tenha informações que possam ajudar na localização do comerciante, ligue para o Disque Denúncia, no telefone 181. 

Ele pode estar no Paraná - Uma carta anônima, com possíveis paradeiros do acusado de matar o ator Rafael Henrique Miguel, 22, e os pais dele, no último dia 9, foi encontrada um dia após o triplo assassinato, durante o velório das vítimas.

O comerciante Paulo Cupertino Matias, 48, estava foragido até a conclusão deste texto.

Segundo o documento, escrito à mão e ao qual a reportagem teve acesso, é informado que uma irmã de Matias possui imóveis no estado do Paraná, onde manteria criação de gado.

"A polícia sequer fez buscas na casa da mesma [irmã do acusado], que se encontra fechada desde o dia seguinte aos fatos [triplo homicídio]", diz trecho da carta. 

A reportagem apurou que o documento foi entregue ao 98º DP (Jardim Miriam), que investiga o caso. Um policial afirmou, em condição de anonimato, que seis pessoas foram ouvidas no distrito nesta terça-feira (18), entre elas parentes de Matias. O teor dos depoimentos não foi informado.

O comerciante é acusado de matar o ator, com sete tiros de pistola, ao pai do jovem, com quatro, e a mãe de Miguel, com dois disparos.

Além do Paraná, a polícia investiga se o acusado também possa estar escondido nos estados do Espírito Santo, Goiás e Minas Gerais. 

Rafael ficou famoso em um comercial, quando pedia para a mãe comprar brócolis no mercado. Também é conhecido por atuar na novela "Chiquititas".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES