Publicidade
Rio de Janeiro

Policial Militar é preso por atirar em garoto que brincava em telhado

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital) prenderam nesta quarta-feira (18) um cabo da PM, apontado como o autor do tiro que matou um jovem de 16 anos. De acordo com agentes da Polícia Civil, o policial militar, que estava fora de serviço, teria atirado no adolescente, por volta das 22h de terça (17), quando ele brincava com mais dois jovens no telhado de uma clínica, que fica em frente à casa do PM, em Magalhães Bastos, na zona oeste da cidade. Conforme informações, o PM ficou incomodado com o barulho dos garotos e disparou contra eles.

“O homicídio, portanto, se deu por motivo fútil, visto que o PM teria se aborrecido com o barulho feito pelas vítimas”, diz a nota da Polícia Civil. 

Ele foi acusado de homicídio e dupla tentativa de homicídio. Ele prestou depoimento na Divisão de Homicídios da Barra da Tijuca e depois foi conduzido para fazer exame de corpo de delito no IML. Ele ficará em uma unidade prisional da Polícia Militar.

A prisão do policial foi em flagrante após perícia feita por agentes da Delegacia de Homicídios. A Polícia Civil afirmou ter “farta prova testemunhal, tendo sido ouvidas cinco pessoas que apontaram, de forma uníssona, o policial militar como autor do crime”.

O jovem morto era estudante do primeiro ano do ensino médio e estava de férias. O corpo do jovem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e o pai do adolescente foi ao local para o reconhecimento.

 

DESTAQUES DOS EDITORES