Publicidade
Exame Nacional do Ensino Médio

Portões já fechados nos locais de prova do Enem; teve de abraço voluntário a cerveja para rir de atrasados

Portões já fechados nos locais de prova do Enem; teve de abraço voluntário a cerveja para rir de atrasados
(Foto: Henry Milléo)

Os portões dos locais de prova em que serão realizadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram abertas ao meio dia deste domingo (04 de novembro). Os estudantes podem ter acesso até às 13 horas (horário de Brasília), quando começam os procedimentos de segurança antes do início da alicação das provas, às 13h30.

Serão cinco horas de meia para que os estudantes façam as proas de linguagem, ciências humanas e redação. Este último, inclusive, costuma ser o calcanhar de Aquies dos estudantes, o diferencial entre o sucesso e o fracasso. Por isso, o Barulho Curitiba conversou com uma professora de redação, que passou algumas dicas para os estudantes.

Os candidatos deverão ter em mãos um documento válido, oficial e com foto; e guardar no envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos, desligados. O candidato deve levar também caneta de tubo transparente e tinta preta. Lápis, borracha, lapiseira e canetas sem transparência não podem ser usados no dia da prova.

O participante não poderá deixar o local de prova antes das duas primeiras horas e só poderá levar o seu Caderno de Questões caso deixe a sala 30 minutos antes do fim da prova.

Porta do Enem tem de abraço voluntário a cerveja para rir de atrasados

Na porta dos locais de prova do Enem, cuja primeira etapa acontece neste domingo (4), dois grupos antagônicos se encontram: de um lado, voluntários encorajam e até abraçam os estudantes para acalmá-los; do outro, um público estende cadeiras de praia e leva bebida alcoólica para rir de quem chega atrasado.

O estudante Renan Marques, 19, percorreu 20 km de Diadema (Grande SP) até a Uninove da Barra Funda (zona oeste da capital) só para assistir a quem chega atrasado e perde a chance de fazer a prova. Ele também trouxe um isopor com bebidas alcoólicas. "Vim para dar umas risadas e dar uma cerveja para quem se atrasar. Também não é o fim do mundo", diz.

Julio Cesar Silva, levou até cadeiras de praia para o local. Morador da Penha, chegou às 11h para não perder o "evento". Estudante da Uninove, ele nunca participou do Enem. "A pessoa tem um ano para se preparar. Se chega atrasada, não merece participar da prova", ele ri.

"É a seleção natural do mundo. Se a pessoa não consegue nem chegar a tempo para a prova, ela não vai conseguir nada nessa vida", diz Eduardo Artigas, 28.

Do outro lado, em Campinas (SP), jovens do grupo religioso Aliança Bíblica Universitária, chegaram às 11h para oferecer "abraços grátis" aos vestibulandos. "É um momento em que as pessoas estão precisando de um acolhimento. Nós já passamos por isso e queremos dar o apoio que nós não recebemos", conta. 

Thalia Figueiredo, 21, diz que muitos chegam à prova nervosos e gostam de receber orações e palavras de conforto. Além disso, o grupo tem um canal no Youtube em que divulgam informações sobre cursos e a vida universitária. Eles levaram cartazes de incentivo e apoio, com dizeres como "Mantenha a calma", "Vai dar tudo certo, confie" e "Tô preparada para arrasar".

Em Belo Horizonte, membros de um grupo de jovens católicos, Natalia Izis, 21, e Mariane Fernandes, 19, fora até a PUC para distribuir abraços e mensagens de boa prova em papeizinhos vermelhos em formato de coração. "É um momento de aflição, então a presença de Deus acalma", diz Izis com os olhos marejados.

Mais de 5,5 milhões de inscritos em 1,7 mil cidades

Mais de 5,5 milhões de estudantes farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em mais de 1,7 mil municípios. O gabarito oficial do Enem 2018 será divulgado pelo Inep até 14 de novembro. Já o resultado deverá ser divulgado no dia 18 de janeiro de 2019.

O Enem 2018 será aplicado nos dias 4 e 11 de novembro, em 1.725 municípios brasileiros, 70 deles de difícil acesso. Ao todo, 5.513.726 estudantes estão inscritos. No dia 11 de novembro, os estudantes farão provas de ciências da natureza e matemática.

A estrutura para aplicação do Enem envolve 10.718 locais de aplicação, 155.254 salas e mais de meio milhão de colaboradores. Foram impressas 11,5 milhões de provas de doze Cadernos de Questões diferentes. Haverá ainda uma videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ao todo, são quase 600 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame.

A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Horário de verão

Por causa do início do horário de verão nesta madrugada, os estados do Norte e do Nordeste terão horários diferentes de abertura e fechamento dos portões. Confira a programação preparada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para este domingo (4).

OS HORÁRIOS DO ENEM PELO PAÍS

Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo:
12h – Abertura dos portões
13h – Fechamento dos portões
13h30 – Início das provas
19h – Término das provas

Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins:
11h – Abertura dos portões
12h – Fechamento dos portões
12h30 – Início das provas
18h – Término das provas

Amazonas (com exceção de 13 municípios da região sudoeste), Rondônia, Roraima:
10h – Abertura dos portões
11h – Fechamento dos portões
11h30 – Início das provas
17h – Término das provas

Acre, Amazonas (13 municípios da região sudoeste: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga):
9h – Abertura dos portões
10h – Fechamento dos portões
10h30 – Início das provas
16h – Término das prova

DESTAQUES DOS EDITORES