Publicidade
Protesto

Praças de pedágio ocupadas pelo MST já foram liberadas

Integrantes da Via Campesina, entidade ligada ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-terra (MST), já liberaram todas as praças de pedágio que foram ocupadas na manhã de hoje (16).

Por volta do meio-dia, as cancelas voltaram a funcionar nas praças de Cascavel e São Miguel do Iguaçu (BR-277), administradas pela Ecocataratas, e na de Mandaguari, da Viapar.

Outras praças ocupadas pelo movimento foram as de Ortigueira, Imbaú e São Luiz do Purunã, todas na Rodovia do Café (BRs 376 e 277), da concessionária RodoNorte; e de Prudentópolis, da Caminhos do Paraná.

As praças foram tomadas por grupos que variavam de 50 a 200 mulheres em cada um dos pontos, boa parte delas portando bandeiras do MST e da Via Campesina. Com a liberação das cancelas, motoristas passam livremente sem pagar pedágio.

A RodoNorte a Viapar ameçaram ingressar com ação de reintegração de posse junto à Justiça Federal.

O ato faz parte do Dia Nacional de Luta pela Soberania Alimentar e contra o agronegócio.

Atualizada às 15h50

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES