Publicidade
Telecomunicações

Presidente da Oi, Marco Schroeder renuncia ao cargo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente-executivo da Oi, Marco Schroeder, renunciou ao cargo nesta sexta-feira (24). A empresa passa por recuperação judicial. Em sua carta de renúncia, que o jornal “Valor” teve acesso, Schroeder teria afirmado que "as últimas reuniões do conselho deixaram clara a necessidade de minha saída". A operadora entrou com pedido de recuperação judicial em junho do ano passado, sob peso de cerca de R$ 65 bilhões em dívidas. Credores e acionistas, porém, não se entendem na busca de um plano que salve a companhia da falência. O imbróglio causou desgaste de Schoeder. Procurada pela agência de notícias Reuters, a Oi ainda não comentou o assunto. BALANÇO Há dez dias, a Oi divulgou lucro líquido de R$ 8 milhões entre julho e setembro, ante prejuízo líquido de R$ 1,214 bilhão sofrido um ano antes, apoiada em efeitos cambiais sobre a dívida em moeda estrangeira. O lucro da operadora no terceiro trimestre foi o primeiro resultado positivo da companhia desde 2015.

DESTAQUES DOS EDITORES