Publicidade
RMC

Preso morre baleado em rebelião em delegacia de São José dos Pinhais

Presos da Delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, ss rebelaram na noite desta terça-feira, 14, por volta das 22h. Um detento morreu baleado.

Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná (OAB-PR), os presos pediram medicamentos para um detento que passava mal e, quando o investigador foi levar os remédios, acabou sendo rendido. Então, outro investigador atirou em um dos presos para salvar o colega.

O advogado disse que o Instituto de Criminalística foi ao local.  O detento atingido pelo tiro tinha 25 anos e morreu antes de a ambulância chegar para prestar socorro. O irmão desse preso identificou o corpo, que foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML). O preso morto na delegacia estava preso havia dois meses por roubo.

Nota da Polícia Civil sobre o caso
A Polícia Civil do Paraná (PCPR) informa que na noite de terça-feira (14/05), por volta das 21 horas, os detentos da Carceragem de São José dos Pinhais iniciaram um motim reivindicando atendimento médico para um detento que estaria passando mal. De imediato, um policial civil plantonista foi verificar a situação – momento em que acabou sendo rendido pelos presos, que passaram a espancá-lo violentamente dizendo que iriam matá-lo.

Outro policial civil plantonista deu ordem para que cessassem as agressões, entretanto não foi atendido e o servidor continuou sendo espancado pelos detentos. Em razão disso efetuou um disparo de arma de fogo na porta de ferro da carceragem, porém os detentos continuaram o espancamento. Devido ao real risco de morte do servidor rendido, o investigador desferiu outro disparo contra os agressores, resultando na morte do preso Cristiano Rodrigo Adriano, 25 anos.

Cinco detentos que tentaram contra a vida do policial civil foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio. Inquérito Policial foi instaurado para apurar os fatos.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES