Publicidade
Mudança de estação

Primeiro frio do ano anima comércio de Curitiba, que espera vender 5% mais aquecedores

Na primeira onda de frio, aquecedores viraram vedetes
Na primeira onda de frio, aquecedores viraram vedetes (Foto: Franklin de Freitas)

Bastou as temperaturas caírem um pouco para o comércio perceber um aumento na procura de itens para espantar o frio e melhorar a qualidade do ar. No grupo Muffato, por exemplo, as vendas de aquecedores dobraram em relação ao mês de abril. E houve ainda um crescimento no volume de sopas, foundies e cafés.

O gerente comercial do grupo, Adilson Corrêa afirmou que embora ainda seja um pouco cedo para medir como serão as vendas no inverno, o grupo estima um crescimento de 5% em vendas de produtos relacionados ao frio como um todo.

Nas Casas Bahia e no Ponto Frio a procura por produtos que ajudem a aquecer a casa e a melhorar a qualidade do ar. Entre os mais buscados, estão os aquecedores, umidificadores de ar e aparelhos de ar condicionado quente/frio.

O produto com maior venda nas lojas da rede Casas Bahia nesta última semana foram os aquecedores pequenos, mais comuns para serem usados em banheiro, que são também os mais baratos.

A venda de itens de maior valor, como secadoras da roupa, começam a se intensificar com a chegada do frio. E, embora os 14º registrados nesta sexta-feira, 17, sejam a menor temperatura do ano para Curitiba está relativamente amena.

No entanto, aos vendedores já perceberam um aumento na procura por itens como secadoras de roupas, lava e seca, secadores de cabelo e produtos térmicos, como copos e garrafas.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES