Programas de fidelidade evoluem e permitem ao consumidor escolher a recompensa

Há alguns anos a exigência do consumidor se restringia apenas à qualidade de produtos e serviços que eram consumidos. Hoje, com o crescimento dos programas de fidelidade, é cada vez maior o número de clientes que preferem optar por modelos que permitam ter liberdade de escolher os benefícios.

“Se antes era unânime a preferência por milhas de viagens, hoje, os consumidores preferem ter descontos para utilizar em produtos ou lojas diferentes daquelas onde o produto foi adquirido. Além disso, há uma parcela de clientes que prefere investir o dinheiro poupado com aquela compra. Ou seja, tem preferência em receber o valor de volta e realizar algum investimento”, revela Gustavo Frachia, sócio da Fidelis Club, plataforma para programas de fidelidade e recompensas, que mira o mercado de micro, pequenas e médias empresas que desejam contar com o próprio programa de fidelidade.

E é no fim do ano que, com as vendas no comércio aquecidas, principalmente, muitas empresas visualizam a importância de contar com programas do tipo para fidelizar os clientes. Estudo realizado pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, revela que as as compras de presente de Natal (33%) e os gastos com as comemorações de fim de ano (24%)  tendem a ser o destino preferido do 13º salário de 57% dos trabalhadores.

Evolução de programas de fidelidade visa ir ao encontro do novo comportamento do consumidor

Há inúmeros fatores que fizeram o consumidor ficar mais exigente também com programas do tipo. Entre os motivos, destaque para esperar receber do varejista ou do prestador de serviço um valor superior ao que foi pago - impulsionado também pela crise causada com a pandemia de Covid-19 -, não se ‘comprometer’ com apenas um estabelecimento e ter mais conveniência para verificar qual é o melhor benefício para aquele momento de vida.

"No lugar de trocar pontos por produtos ou serviços, investir essa quantia de dinheiro pode ser muito mais vantajosa financeiramente”, elenca Frachia, que finaliza: “hoje, é preciso pensar em maneiras diferenciadas de fidelizar o consumidor. É fundamental que ele tenha total liberdade para decidir o que realmente tem impacto em seu dia a dia”.



Website: https://fidelis.club/