Quatro dicas para montar um currículo – mesmo sem experiência

(Foto: Divulgação)

A tarefa de montar um currículo é sempre muito difícil, ainda mais para quem ainda não tem experiência profissional e está em busca do seu primeiro emprego. Então, para ajudar as pessoas que estão nessa situação, trouxemos algumas dicas de como fazer um currículo atraente, mesmo não tendo experiência ainda.

 

1-     Seja verdadeiro ao montar o seu CV

O grande problema que a maioria das pessoas cometem ao montar um currículo sem experiência profissional é mentir, afinal pra conseguir um emprego é preciso experiência e para ter experiência é preciso conseguir um emprego, então as pessoas colocam informações não verídicas para que possam conquistar a vaga. Não faça isso, pois é um grande erro, mesmo que você precise muito saiba que pode custar caro a mentirinha. Afinal seja por exames ou testes de aptidões a mentira pode ser descoberta.

Então a nossa dica é sempre a honestidade, seja sincero e confie nas suas habilidades para conseguir uma vaga de emprego, sem precisar recorrer às mentiras.

 

2-     Foque no seu objetivo profissional

Mesmo sem nenhuma experiência profissional é preciso focar em alguma habilidade ou qualidade que você pode agregar à empresa em questão e colocar no campo dos objetivos. Se você tem facilidade em lidar com público e atender pessoas, por exemplo, você pode direcionar o seu objetivo profissional para a área de vendas ou até mesmo de atendimento ao cliente. Já se suas habilidades são com números, matemática e finanças o seu objetivo profissional deve estar ligado à área financeira da empresa.

Então seja objetivo e evite frases genéricas como “sou curioso” ou até “sou uma pessoa criativa”, deixe claro para o recrutador o que você quer e quais as suas melhores habilidades.

 

3-     Cite suas experiências profissionais

Pode parecer redundante montar um currículo sem experiência e mencionar as suas experiências, mas a verdade é que é bem possível. Se você fez um “bico” em algum comércio do bairro, ou já trabalhou temporariamente em alguma empresa da sua família ou ainda vendeu algum produto de forma autônoma, isso tudo são experiências profissionais e são importantes. Você pode mencionar também experiências não profissionais como um intercâmbio fora do país ou um trabalho como voluntário, tudo isso vai contar para o recrutador que analisará o seu currículo.

A dica nessa etapa é especificar cada atividade e o tempo pelo qual ela foi desenvolvida e, caso você queira, pode detalhar também, de forma suscinta, o que aprendeu em cada etapa.

 

4-     Especifique os cursos que você possui

Como você não tem experiência profissional, então é necessário que você mostre a empresa o seu diferencial para conquistar a sonhada vaga. Para isso você deve destacar os cursos e habilidades que você desenvolveu ao longo do tempo.

Cursos de idiomas, informática, cursos técnicos, de graduação ou qualquer outro curso que te agregou conhecimento deve ser mencionado e podem ser um grande diferencial na hora da escolha do candidato, por parte da empresa.

Mesmo que o curso ainda não tenha sido concluído, principalmente no caso de graduação, você deve detalhar e mencionar a previsão de término do curso, esse dado é bastante importante.

 

Essas são as dicas básicas para montar um bom currículo mesmo sem ter experiência profissional, lembre-se sempre de contar a verdade no seu CV e boa sorte nas candidaturas!