Publicidade
Futsal

Quatro jogos abrem o segundo turno da Série Prata

Começa neste sábado, dia 30, o segundo turno da Série Prata do Campeonato Paranaense de Futsal. Quatro partidas vão movimentar a nova etapa da competição estadual que, depois do primeiro turno realizado, foi marcada pelo equilíbrio em quadra e também na classificação do torneio. Os duelos que abrem o segundo turno vão acontecer nas cidades de Curitiba, Paranaguá, Londrina e Toledo.

Depois de duas partidas realizadas fora de casa, o Monte Sião/Fundesportes de Paranaguá vai tentar se recuperar na competição estadual no duelo contra o São José dos Pinhais, às 20h, no Ginásio Albertina Salmon. Porém, o time do Litoral não deverá ter vida fácil, já que a equipe da Região Metropoltiana vem embalada depois de conquistar duas vitórias e poderá assumir a vice-liderança em caso de vitória fora de casa.

Em Curitiba, o Coritiba Futsal, que também vem de vitória, vai tentar conquistar seu segundo resultado positivo seguido no torneio diante do Salto do Lontra, às 19h30min, no Ginásio do Cancun Esportes. A partida pode valer a segunda posição na classificação, já que a distância do Alviverde para a equipe do Sudoeste é de apenas dois pontos.

A Unifil EaD/Colégio Londrinense faz, às 20h, no Ginásio do Colégio londrinense, seu terceiro jogo consecutivo dentro de casa pela competição estadual. Depois de empatar diante do Coritiba Futsal e do Toledo, o time do Norte do Estado vai tentar voltar a vencer na competição estadual diante do Siqueira Campos. A vitória pode colocar o time londrinense de novo no G4 da Série Prata do Estadual.

Por fim, no Oeste do Estado, o Toledo Futsal, único invicto da competição estadual e líder isolado da Série Prata do Paranaense, vai tentar conquistar mais um grande resultado diante da Assifusa de Irati, a partir das 20h30min, no Ginásio de Esportes Alcides Pan. A equipe iratiense, por sua vez, que voltou a vencer na última rodada e encostou novamente no G4, vai tentar voltar para a área de classificação diante do líder da competição estadual.

DESTAQUES DOS EDITORES