Publicidade
Eleições 2018

Ratinho Júnior promete mobilizar aliados em favor de Bolsonaro no 2o turno no PR

Em visita a presidenciável, governador eleito garantiu apoio a ele no Estado e pediu mais segurança na fronteira
Ratinho Júnior promete mobilizar aliados em favor de Bolsonaro no 2o turno no PR
Ratinho com Bolsonaro e o filho: visita de 30 minutos (Foto: Divulgação)

O governador eleito Ratinho Junior (PSD) viajou ao Rio de Janeiro nontem para visitar o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) e combinar como se dará sua atuação de apoio na campanha presidencial. A visita ocorreu na casa de Bolsonaro, por volta das 15 horas, na Barra da Tijuca, na zona oeste carioca. Ratinho Junior disse que está à disposição do presidenciável do PSL, que já havia declarado simpatia a sua candidatura no primeiro turno. O governador eleito retribuiu o apoio logo após o resultado das urnas no dia 7 de outubro. Antes disso, dizia apoiar o candidato derrotado Alvaro Dias (PODE) à presidência, apesar de seu partido, o PSD, compor aliança como o PSDB do também candidato derrotado Geraldo Alckmin.
“No que ele entender que a gente possa colaborar mais. Me coloquei à disposição, inclusive, para a gente fazer um grande encontro com os prefeitos do Paraná. Ele está dependendo de alta médica, parece que na segunda-feira ele vai saber se pode fazer campanha em viagens e atos políticos. Nossa postura, nosso compromisso e decisão é de apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro”, disse Ratinho Jr.
O encontro citado por Ratinho Jr é organizado pelo coordenador da campanha de Bolsonaro no Paraná, deputado estadual eleito Fernando Francischini (PSL). O ato, marcado para    terça-feira, dia 23 de outubro, em Curitiba, deve contar além de   prefeitos e apoiadores, com deputados estaduais e federais eleitos. O local exato do encontro, que seria no Restaurante Madalosso, ainda não está confirmado.
De acordo com a assessoria, no encontro na tarde de ontem,  governador eleito pediu maior atenção ao Estado. Um dos pontos de destaque na conversa foi a consolidação de uma nova política de segurança na região de fronteira do Paraná com o Paraguai e Argentina.   Também   estava presente no encontro o deputado federal Onix Lorenzoni (DEM) que deve ser o ministro chefe da Casa Civil em um eventual governo de Bolsonaro.
Amigos - O apresentador Ratinho, do SBT, pai de Ratinho Jr, também participou da reunião. A visita durou cerca de 30 minutos.   Ratinho pai entrou e saiu da casa do político sem falar com a imprensa, que aguardava na portaria do condomínio. Ao portal UOL,   Major Olímpio, eleito senador pelo PSL em São Paulo, disse que o apresentador e Bolsonaro são amigos de longa data. Ele classificou como uma visita social, em que Ratinho aproveitou para manifestar apoio de forma presencial. Nas redes sociais, ele já havia se posicionado favoravelmente à candidatura do pesselista. O segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad (PT) será no dia 28 de outubro.

DESTAQUES DOS EDITORES