Publicidade
Escritórios compartilhados

Rede de contatos impulsiona ascensão dos coworkings

Criação de novos espaços se apoia no aumento do número de empreendedores e na necessidade de redução de custos para se ter  um endereço comercial
Rede de contatos impulsiona ascensão dos coworkings
Coworking: espaço adequado se faz necessário (Foto: Franklin de Freitas)

Os espaços de coworking estão rapidamente tomando conta do mercado. Esse crescimento é de se esperar. Cada vez mais pessoas aventuram-se no mundo do empreendedorismo, seja com a criação de marcas próprias, trabalho autônomo ou freelancer ou como profissionais liberais. Manter um endereço comercial sozinho pode não ser sustentável, em especial para quem está começando a empreender.
O home office pode funcionar para muitos. No entanto, para atender clientes e fazer reuniões com outros profissionais ou fornecedores, um espaço adequado se faz necessário. Além disso, a comunicação, troca de ideias e contato pessoal proporcionados por um ambiente de trabalho podem ajudar muito na solução de problemas, criação de inovações e análises de novas perspectivas 
A solução perfeita para quem procura o equilíbrio entre a informalidade e baixos custos com o profissionalismo e versatilidade de um ambiente profissional fica clara: os espaços de coworking. Nos Estados Unidos, já existem milhares de coworkings espalhados pelo país. Essa tendência no Brasil não para de crescer.
"Trabalhar em um espaço de coworking não é apenas mais econômico. Muitas pessoas preferem esse tipo de configuração devido à possibilidade de interação e troca de ideias. O site americano Deskmag's realizou uma pesquisa sobre o assunto, onde 84% dos entrevistados afirmaram que o principal motivo para escolherem o coworking é a interação com outros profissionais", explica Tarik Faraj, sócio-fundador da imobiliária TRK Imóveis, de Brasília.
A possibilidade de networking é o que leva inúmeros profissionais autônomos a escolherem o coworking. Afinal, é sabido que, em qualquer setor, possuir uma rede de comunicações eficiente é mais do que indispensável.


Coworking 

Compartilhamento de espaço e conhecimento
A interação é, de fato, um recurso valioso Além de novas perspectivas de colegas de profissão, muitos profissionais liberais encontram no coworking uma maneira de montar uma equipe multidisciplinar.
Vê-se muito a questão da multidisciplinaridade com profissionais liberais da área da saúde. Em vez de alugar um consultório próprio, um psicólogo, por exemplo, pode dividir o espaço com um profissional psiquiatra e um nutricionista. Isso possibilita um atendimento mais amplo e conveniente para seus clientes e uma rede de conhecimentos para os profissionais. Na advocacia, pode acontecer o mesmo: é comum ver a união de um especialista autônomo de cada tipo de prática, o que possibilita, por exemplo, indicações mútuas e muito mais clientes para todos 
Além disso, os ambientes mais sociais normalmente incentivam a criatividade com cursos e palestras semanais. Ter mais perspectivas disponíveis pode ser o empurrão que falta para uma grande inovação, uma decisão lucrativa ou um projeto perfeito.

Como funciona o coworking
Trata-se do aluguel compartilhado de um espaço com diferentes escritórios e salas de reuniões. Em alguns setores de atuação, até mesmo um único salão amplo com diferentes mesas de trabalho pode ser uma opção viável. Cada um dos profissionais estará trabalhando em seus próprios projetos e contribuindo para o mantimento do espaço.
Normalmente, quem aluga um espaço de coworking procura apenas por uma mesa, acesso à internet, água e café. Existem profissionais com necessidades mais específicas, como os da área da saúde. No entanto, é bem mais frequente que freelancers e autônomos procurem um escritório compartilhado


As vantagens de escolher um coworking
O que, afinal, está levando tantos profissionais a preferirem o coworking para sua atuação profissional? A modalidade traz inúmeros benefícios, podendo destacar-se entre eles:

  • Custo menor do que montar um escritório próprio;
  • Maior acessibilidade;
  • Possibilidades de networking;
  • Mais foco e concentração quando comparado a home offices;
  • Ambiente social, que incentiva o pensamento criativo;
  • Inúmeras possibilidades quanto ao tipo de ambiente, podendo o profissional encontrar algo que se adeque perfeitamente às suas preferências;
  • Instalação mais rápida, já que o espaço já conta com móveis e recursos como internet e telefone;
  • Possibilidade de marcar reuniões com clientes, fornecedores e outros profissionais sem perder a imagem de profissionalismo

DESTAQUES DOS EDITORES