Publicidade
Esporte

Reunião de dirigentes do Atlético aumenta mistério, mas Diniz segue

Reunião de dirigentes do Atlético aumenta mistério, mas Diniz segue
Diniz (Foto: Geraldo Bubniak)

NAPOLEÃO DE ALMEIDA

CURITIBA, PR (UOL/FOLHAPRESS) - A reunião das mesas diretoras dos conselhos gestor e deliberativo do Atlético-PR, convocada pelo presidente gestor Luiz Sallim Emed, para debater a sequência de Fernando Diniz no comando técnico do time, não teve resultado divulgado até esta segunda-feira (18).

O encontro ocorreu na noite da última quinta (14) na Sala Vip da Arena da Baixada, e o conteúdo foi tratado com total sigilo pelo envolvidos.

A reportagem apurou que os diretores atravessaram a madrugada contestando a posição do presidente deliberativo, Mario Celso Petraglia, em manter Diniz no cargo, a despeito do desempenho negativo —o pior do clube desde 2011, quando foi rebaixado para a segunda divisão.

Não foi registrada ata sobre as deliberações, o que tira o caráter oficial do encontro. Na manhã seguinte, nova reunião no CT do Caju, agora entre os envolvidos no futebol, e nenhuma novidade. Diniz segue de licença em São Paulo e é esperado normalmente na próxima segunda (25), data marcada para o reinício dos trabalhos após recesso por conta da Copa.

O técnico e seu staff não receberam nenhum comunicado. Um novo documento, supostamente assinado por conselheiros, circula nas redes com a sugestão de uma assembleia geral para algumas mudanças no clube. A reportagem não confirmou a veracidade deste documento, que ainda não chegou a todos os conselheiros —portanto, não circulou na lista oficial do Conselho.

A saída de Abel Braga do Fluminense aumentou os rumores de uma troca no comando atleticano. Abel dirigiu o clube rubro-negro em 1998, quando foi campeão paranaense, e se encaixa no perfil de "nome de peso", segundo diretor atleticano ouvido pela reportagem. O treinador, no entanto, afirmou em nota que vai tirar um período para descansar, descartando os rumores.

A reportagem tentou contato oficialmente com Sallim Emed, que convocou a reunião, mas não obteve êxito. Também tentou entrevistar o técnico Fernando Diniz, mas não obteve resposta afirmativa, apenas uma informação de que nada consta de novo na relação entre as partes.

DESTAQUES DOS EDITORES