Publicidade
Automobilismo

Sam Bird vence etapa de abertura da F-E em Riad; Massa é 12º

Com uma prova brilhante, depois de largar da quinta colocação, o britânico Sam Bird venceu nesta sexta-feira a prova de abertura da temporada 2019/2020, a sexta da história, da Fórmula E, que conta com carros elétricos. O piloto da Virgin teve uma direção agressiva para triunfar nas ruas de Riad pela primeira corrida da rodada dupla da etapa da Arábia Saudita.

O pódio foi completado pelas montadoras estreantes na F-E. O alemão André Lotterer saiu do sétimo lugar no grid de largada para alcançar a segunda colocação com sua Porsche. O belga Stoffel Vandoorne, que largou em segundo, chegou a liderar a prova, mas perdeu ritmo durante os 45 minutos de corrida e fechou com a Mercedes em terceiro.

Além do trio que chegou ao pódio em Riad, o britânico Oliver Rowland, os holandeses Robin Frijns e Nick De Vries, o suíço Edoardo Mortara, o também britânico Alexander Sims, o belga Jérôme D'Ambrosio e o australiano Mitch Evans fecharam o Top 10. A volta mais rápida ficou com o alemão Daniel Abt, mas como abandonou a prova após uma colisão contra o muro, não arrecadou o ponto extra.

Os pilotos brasileiros não tiveram vida fácil nas ruas de Riad e ficaram presos nas brigas do pelotão intermediário. Felipe Massa, da Venturi Racing, terminou em 12.º lugar, um posto à frente do compatriota Lucas di Grassi, da equipe Audi.

Neste sábado, as atividades começam com um treino livre às 3 horas (de Brasília). A segunda corrida da rodada dupla na Arábia Saudita começará às 8h30.

Após a rodada dupla na abertura, o campeonato só será retomado em janeiro, no dia 18, em Santiago. A prova no Chile, contudo, pode vir a ser descartada em razão dos protestos das últimas semanas. Manifestações populares já forçaram a F-E a deixar a cidade de Hong Kong, substituída por Marrakesh, no Marrocos - será a quinta prova do campeonato.

Se permanecer no calendário, o Chile receberá a única corrida da América do Sul. O Brasil segue fora do campeonato por ainda não contar com investidores para sediar a prova. Cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte já demonstraram interesse pela categoria, mas sem um acordo até agora.

A nova temporada da F-E passará ainda pela Cidade do México, Sanya (China), Roma, Paris, Berlim, Nova York e Londres, esta com direito a rodada dupla, fechando o campeonato.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES