Publicidade
Esporte

São Paulo está perto de vender Cueva para clube da Rússia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - As atuações de Christian Cueva podem não ter ajudado o Peru a passar da fase de grupos na Copa do Mundo, mas serviram para atrair o interesse de uma equipe da Rússia. O Krasnodar fez uma proposta de compra para o São Paulo e está muito perto de contratar o meia armador de 26 anos. A operação deve girar em torno de 10 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões), incluindo o pagamento de bônus.

Os russos mantiveram conversas com o estafe de Cueva desde o fim da participação peruana no Mundial. Um dos agentes estava na Rússia e fez reuniões com a equipe. Depois, apresentou os valores à diretoria do clube paulista e agora espera a assinatura da venda.

Outras equipes fizeram sondagem pelo camisa 10 são-paulino, que perdeu pênalti, mas deu uma assistência na Copa. O Al-Wheda, do técnico Fabio Carille, e o Independiente, da Argentina, desistiram por não terem condições de chegarem aos valores exigidos pelo clube do Morumbi. O Orlando City, que tem crédito com o São Paulo pelo empréstimo de Kaká em 2014, chegou a entrar no páreo.

Na previsão mais otimista dos tricolores, a ideia era vender Cueva por cifras entre 12 e 15 milhões de euros. Para isso, era preciso um Mundial de alto nível na Rússia.

Cueva chegou ao São Paulo em junho de 2016, com o pagamento de R$ 8,8 milhões para tirá-lo do Toluca. Foram 89 partidas disputadas, com 20 gols marcados e 20 assistências, além de um histórico de episódios de indisciplina.

Além de Cueva, o São Paulo está perto de fechar o empréstimo de Júnior Tavares para a Sampdoria. O jogador já viajou para a Itália para resolver pendências, e agora os clubes precisam trocar documentos para consumar a negociação, que também renderá dinheiro ao clube do Morumbi.

DESTAQUES DOS EDITORES