Publicidade
Curitiba

Saúde nega infestação de escorpiões, mas faz recomendações

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba esclarece que não há infestação de escorpiões no município. Ao longo de 2017, a Unidade de Vigilância em Zoonoses atendeu 10 solicitações de orientações sobre o assunto, o que gerou a captura de 4 animais. Os números estão dentro da média histórica. Em 2016, foram 9 solicitações, que geraram a captura de 6 animais. O número de acidentes também segue a média histórica. Em 2017, foram 5 casos e em 2016 haviam sido 6 casos.
De acordo com a chefe da fauna sinantrópica de Unidade de Vigilância em Zoonoses da SMS, Cláudia Staudacher, a maior parte das espécies de escorpiões encontradas em Curitiba causa acidentes leves a moderados. Segundo Cláudia, porém, é preciso ficar atento principalmente ao escorpião amarelo, o Tityus serrulatus, que pode causar acidentes graves. Não é tão comum em Curitiba, mas pode ocorrer, explica. Os principais sintomas após uma picada são: dores fortes, vômito, sudorese, agitação e choque.
Ao encontrar um escorpião, a orientação é entrar em contato com a Unidade de Vigilância em Zoonoses, por meio do telefone 156 da Prefeitura. Em caso de acidente, a indicação é buscar atendimento médico nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas. Lá, o médico poderá avaliar o caso e se há necessidade de ministrar soro específico.

Como se prevenir
Colocar telas em ralos e vedar vãos e frestas
Manter caixa de gordura limpa e bem fechada
Vedar soleiras de portas
Manter casa e jardins limpos, sem entulhos
Não colocar a mão diretamente em buracos no solo, sob pedras, troncos podres ou pedaços de madeira, tijolos e telhas empilhadas
No jardim, evitar folhagens densas junto às casas e manter a grama aparada
Manter as residências livres de insetos e principalmente de baratas
Verificar cuidadosamente calçados, roupas, toalha e roupas de cama antes de usar
Manter camas e berços afastados, no mínimo, 10 cm da parede
Evitar que lençóis toquem no chão
Retirar de paredes e muros plantas ornamentais densas, arbustos e trepadeiras

 

Publicidade