Publicidade
Eleições 2018

Sem Requião, PT lança ex-deputado para o governo

Direção do partido já dá como certa candidatura de senador à reeleição
Sem Requião, PT lança  ex-deputado para o governo
Rosinha: MDB deve ir com Osmar (Foto: Divulgação)

O PT do Paraná deve lançar oficialmente no próximo sábado, em reunião no diretório estadual, em Curitiba, a pré-candidatura do ex-deputado federal Doutor Rosinha (PT) ao governo do Estado. A reunião também deve definir se o partido irá lançar um ou dois candidatos ao Senado em outubro. O lançamento da pré-candidatura ao Palácio Iguaçu indica, segundo o próprio Rosinha, que o senador Roberto Requião (MDB) tentará reeleição em outubro. O emedebista já se colocou como pré-candidato ao governo e, mais recentemente, à presidência da República, mas a tendência é que dispute novo mandato para o Congresso.

A indicação tira do PT a possibilidade de integrar aliança em uma chapa ao governo e leva o partido a enfrentar por conta própria a corrida eleitoral. Para Rosinha, Requião já deu a entender que apoiará candidatura do ex-senador Osmar Dias (PDT) ao governo, embora o pedetista negue qualquer desfecho. “Não há aliança. Osmar vem conversando com vários partidos, mas definições só após a convenção do partido”, diz a assessoria. A assessoria de Requião não respondeu aos pedidos da reportagem. 

Já Rosinha diz que Requião demonstrou qual será seu destino. “Temos conversado mais por telefone. A vontade que ele (Requião) tem demonstrado é sair candidato a senador. Ele tem mantido diálogo com Osmar Dias para montar uma coligação que lance Osmar para o governo. Então, nas conversas é o que eu sinto. Estou vendo que o MDB está caminhando para coligar com PDT”, aponta. 

Agora, apenas o PCdoB ainda negocia com o PT uma aliança para que possa compor chapa com Rosinha. Em 2014, o PT fez 14,87% dos votos com a candidatura da senadora Gleisi Hoffmann ao Palácio Iguaçu. Uma aliança com o PT traz a um eventual aliado mais do que os votos da militância e simpatizantes. O partido tem a maior bancada na Câmara Federal, o que faz com que tenha maior fatia do fundo eleitoral, bancado com dinheiro público, e mais tempo na propaganda eleitoral de TV e rádio. “Ainda não calculei. Mas o PT tem a maior bancada na Câmara dos Deputados. Não é o único peso no cálculo, mas que eu saiba o PT tem o segundo maior tempo de TV, atrás do MDB”, estima. 
Senado

Uma reunião com a Executiva do PCdoB está marcada para hoje. Depois disso, no sábado, integrantes do PT se reunem no diretório estadual não só para o lançamento da pré-candidatura de Rosinha, mas também para definir os nomes dos pré-candidatos ao Senado. Duas vagas serão abertas neste ano, com o fim dos mandatos dos senadores Roberto Requião e Gleisi Hoffmann. A reunião também deve definir a data do encontro estadual do PT e da convenção, quando a Executiva registrará em ata as candidaturas, também de concorrentes à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal. Segundo Rosinha, o encontro deve ocorrer no último ou penúltimo final de semana de julho. 

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES