Karen Carla Zamperlini

Servidora da saúde de Curitiba, enfermeira morre vítima da Covid. Mas antes fez desabafo. Leia

(Foto: Reprodução/Facebook)

A direção do Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (SISMUC) emitiu nota lamentando o falecimento de mais uma servidora de Curitiba, vítima de Covid-19. A enfermeira Karen Carla Blasckovsky Marques Zamperlini, 42 anos, faleceu no Hospital da Cruz Vermelha na quarta-feira (21) e o sepultamento acontece direto, sem velório, nesta quinta-feira (22), às 16 horas no Crematório Jardim da Saudade em Pinhais.

Servidora municipal da Prefeitura de Curitiba desde 2010, Karen Carla atuava na Unidade de Saúde Sabará, localizada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Para o sindicato, "o cenário é preocupante diante do avanço de novas cepas da doença com a chamada variante Delta que é mais contagiosa e agressiva, e da vigência da bandeira amarela em Curitiba, que flexibilizou as medidas restritivas", escreveu.

"É necessário manter os cuidados recomendados: uso de máscara, uso do álcool em gel e distanciamento social para evitar a infecção. O SISMUC se solidariza com familiares e amigos neste momento de profunda tristeza e reafirma o compromisso com a luta pela vacinação para todos e por medidas efetivas para controle da pandemia", termina o texto.

O sindicato também lembrou de um desabafo de Karen nas redes sociais. "Em sua rede social no FB, em postagem de março, ela manifestou sua indignação com as pessoas que não respeitaram as medidas restritivas para combate ao novo coronavírus no início do ano e que fez com que chegasse a mais de mil pessoas na fila de espera para um leito de UTI. Lembrou também da atuação dos trabalhadores da linha de frente que após um ano de trabalho duro se encontravam “exaustos, desgastados e decepcionados com a população”, conforme ela manifestou.