Jogos Olímpicos

Silvana Lima avança e Tatiana Weston-Webb é eliminada no surfe na Olimpíada

O dia do surfe foi de emoções distintas para a torcida brasileira nos Jogos de Tóquio, neste domingo, pelo horário de Brasília (manhã de segunda no Japão). Silvana Lima avançou às quartas de final, enquanto Tatiana Weston-Webb, que tinha mais chances de medalha, foi eliminada nas oitavas de final na praia de Tsurigasaki, no Japão.

Atual número quatro do ranking da temporada no Circuito Mundial, Tatiana era esperança de medalha para o Brasil. Ela vinha de boas ondas na estreia. Mas acabou sendo superada pela japonesa Amuro Tsuzuki por 10,33 a 9,00. Na disputa, a brasileira começou melhor, pegou boas ondas nos primeiros minutos. Porém, aos 15 minutos de disputa da bateria, a surfista da casa obteve a virada e a brasileira não conseguiu alcançá-la nos instantes finais.

Mais cedo, Silvana Lima supera a portuguesa Teresa Bonvalot e avançou para as quartas de final. A brasileira somou 12,17, contra 7,5 da rival. Silvana foi superior à portuguesa ao longo de toda a bateria e não chegou a ser ameaçada, confirmando duro confronto por vaga na semifinal.

Sua próxima adversária será a americana Carissa Moore, líder disparada do Circuito Mundial e tetracampeã mundial. Para avançar, Carissa superou neste domingo a peruana Sofia Mulanovich por 10,34 a 9,90.

A queda de Tatiana não foi a única surpresa do dia. Heptacampeã mundial, a australiana Stephanie Gilmore também foi eliminada nas oitavas. Atual quinta colocada do ranking mundial, ela foi batida pela sul-africana Bianca Buitendag por 13,93 a 10,0

No masculino, o Brasil segue com seus dois representantes vivos na disputa. Ambos estão nas oitavas de final e vão cair na água novamente na madrugada desta segunda-feira, por volta da 1h30 da manhã, pelo horário de Brasília.