Publicidade
Contabilidade Fácil

Simulação de Alíquota Efetiva

O Contribuinte que recebe de duas fontes de rendas, normalmente professores têm essas características, trabalham em mais de uma instituição escolar ou profissional. Desta forma, ao elaborar a declaração de ajuste do Imposto de Renda da Pessoa Física, acaba tendo imposto de renda a pagar.

A Receita Federal disponibiliza um canal para que as pessoas possam simular essa defasagem que ocorre no imposto retido na fonte, podendo o contribuinte fazer o recolhimento espontâneo do imposto pela diferença que deveria ser recolhido, caso a soma das duas ou mais rendas superem o que está sendo retido oficialmente.

A defasagem ocorre porque o profissional recebe de um local um valor que, normalmente, é diferente em outra instituição. Conforme a tabela progressiva do Imposto de Renda, uma fonte será tributada diferente da outra e, para efeito do total do imposto na declaração de Imposto de Renda, as duas fontes de rendas serão somadas causando um aumento da tributação e esse contribuinte terá que complementar o Imposto de Renda, deixando de ter a sonhada restituição.

O acesso para essa simulação é https://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/declaracoes-e-demonstrativos/dirpf/simulacao-de-aliquota-efetiva-1. Neste site você informará as fontes de renda, o recolhimento à previdência social, o número de dependentes. Se desejar, pode colocar o valor de planos de saúde mensal como forma de abatimento do Imposto de Renda.

A simulação apura o imposto que é devido pelo contribuinte informando, também, o percentual da taxa efetiva que está sendo atribuído a esse contribuinte a título de Imposto de Renda na fonte.

Celso Oliveira é contabilista, professor da Faculdade Estácio Curitiba

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES