Assine e navegue sem anúncios [+]
Contabilidade Fácil

Sou isento: vale a pena declarar o Imposto de Renda?

Sabia que a declaração de Imposto de Renda é um documento muito importante, que vai além da eventual restituição? Com ela você possui um documento que comprova a sua renda, auxilia na solicitação de empréstimos e financiamentos, inclusive o imobiliário, sendo ainda solicitada por consulados para liberar a emissão de vistos para viagens ao exterior, como os Estados Unidos, pois além da comprovação da condição financeira, atesta o vínculo com o país de origem.

A falta de atenção com a declaração pode representar uma perda financeira, mesmo que o trabalhador seja isento. Vou explicar: vamos considerar um trabalhador que receba em média R$ 2.000,00 por mês, logo, pelas regras da Receita Federal estará isento de apresentar a sua declaração, pois seu rendimento anual foi inferior a R$ 28.559,70. Mas esse mesmo trabalhador no mês de janeiro gozou das suas férias anuais, que por lei são acrescidas de 1/3 constitucional, portanto terá direito a mais R$ 666,67, o que faz um total de R$ 2.666,67. De acordo com a sua faixa salarial, será descontado 7,5% de IRPF sobre os rendimentos, (mesmo deduzindo o valor do INSS e a dedução da tabela de IR), ainda restará imposto a ser recolhido no valor de R$ 39,20, que só poderá ser resgatado se o contribuinte fizer a sua declaração.

Vejamos a conta: R$ 2.000,00 (salário) + R$ 666,67 (⅓ constitucional de férias) – R$ 240,00 (INSS) – R$ 39,20 (IRRF) = R$ 2.387,47 liquidos.

Agora vamos imaginar que esse mesmo contribuinte teve essa média de valor retido nos últimos cinco anos, e nesse período não apresentou nenhuma declaração de imposto de renda, o que ele pode fazer para recuperar todos esses valores?

Muito simples, basta fazer essas declarações, e o mais importante, sem o pagamento de multas, e tudo de forma simples e direta pelo próprio site da Receita Federal. Exatamente isso, esses tipos de declarações são isentas de multas, independente da data da entrega, e pode-se pedir a restituição dos valores dos últimos cinco anos.

Então, com tantas vantagens, porque não fazer a declaração do imposto de renda?

Clécio S. Steinthaler - Ms Engenharia de Produção, Contador, Economista, professor da Faculdade Estácio Curitiba

Email: clecio.steinthaler@estacio.br

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK