Publicidade

Técnico do Atlético-MG lamenta falhas ofensivas, mas valoriza virada

Apesar do Atlético-MG ter vencido o La Equidad-COL, de virada, pelo placar de 2 a 1, no Independência e ter ficado em vantagem nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o time mineiro perdeu diversas chances de ter feito um placar ainda maior em casa na noite desta terça-feira. Tanto que os dois gols do alvinegro foram marcados por volantes: Jair e Elias.

Após o duelo, os dois goleadores comentaram sobre essa falta de rendimento do ataque. "Precisamos ter tranquilidade para finalizar, quando entrar uma, entra duas, três seguidas. É ter tranquilidade, continuar trabalhando para chegar ao gol", declarou Elias.

"A gente podia ter feito mais. A gente tem volume, mas não conseguiu botar para dentro. Agora é descansar, porque a gente tem jogo do Brasileiro no fim de semana", afirmou o volante Jair.

Quem seguiu o mesmo pensamento dos atletas foi o técnico Rodrigo Santana. Ele citou as três bolas chutadas pelo Atlético-MG que explodiram na trave, mas reconheceu que o poderio ofensivo tem que melhorar. De qualquer forma, ele acredita na classificação de sua equipe.

"O resultado não veio da forma que esperávamos. Sabíamos que o duelo seria difícil e ainda piorou quando tomamos o gol logo nos primeiros minutos. Sei que criamos bastante e poderíamos ter feito uma 'gordura maior', chutamos três bolas na trave. Mas o que vale é a vitória. Agora vamos tentar segurar essa vantagem no jogo de volta", completou o comandante.

A classificação será decidida na próxima terça-feira (27), às 21h30, desta vez no Estádio El Campín, na Colômbia. O time mineiro joga pelo empate para se classificar.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES