Brasileirão

Técnico do Paraná cita erro de arbitragem na derrota para o Atlético-MG

Rog\u00e9rio Micale
Rog\u00e9rio Micale (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Rogério Micale, não fez críticas diretas à arbitragem da partida contra o Atlético-MG. No entanto, após a derrota por 2 a 0 em Belo Horizonte, o treinador citou uma falha do árbitro Leandro Vuaden no lance que originou o primeiro gol do Galo. “Ao meu modo de ver, não foi falta no lance que originou o gol”, disse. Na jogada, o lateral Mansur dividiu com o ponta Chará. A arbitragem marcou falta. O meia Terans cruzou para a área e Leonardo Silva marcou de cabeça.

Além desse detalhe da arbitragem, Micale elogiou o desempenho da equipe. “Tivemos 21 finalizações contra seis do Galo. Claro. Eles foram lá e fizeram. Mérito para eles, mas saio daqui com o sentimento que poderíamos ter colhido um melhor resultado”, afirmou. “O Victor foi o melhor em campo, na minha opinião. Tivemos o controle das ações”, destacou.

Sobre a falha de Caio Henrique, no segundo gol, Micale tentou proteger o jogador. “Erros acontecem. O Paraná é a segunda equipe mais jovem do Brasileirão. Esse tipo de situação acontece. A gente tem que dar força. Temos que ver onde foi o erro para tentar corrigir. A gente precisa muito do Caio. Outros já erraram. Todos estão sujeitos a erros”, comentou.