Publicidade
Série B

Técnico do Paraná Clube explica por que colocou ex-titulares no banco

O zagueiro Leandro Almeida: banco
O zagueiro Leandro Almeida: banco (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Matheus Costa, explicou nesta quarta-feira (dia 17) por que tirou do time titular o zagueiro Leandro Almeida (32 anos), os volantes Jeferson Lima (22) e Fernando Neto (26) e o ponta Andrey (18). No jogo-treino da última terça-feira (dia 16), contra o Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, esse quarteto não começou jogando e foi substituído pelo zagueiro Rodolfo (24), pelos volantes Luiz Otávio (22) e Itaqui (31) e pelo atacante Ramon (28).

Matheus Costa explicou a opção por Ramon, que atua como centroavante ou como ponta. “O Ramon foi uma ideia que eu já estava acompanhando, e tem uma característica que eu gosto fazendo revezamento tanto pelo lado, quanto pelo centro”, disse, sobre o jogador que veio do Ituano. O treinador também justificou os retornos de Luiz Otávio e Rodolfo à equipe titular. “Luiz Otávio é um jogador agressivo sem a bola. A gente sabe que na Série B, um ponto fundamental, é ser competitivo. Rodolfo também é muito competitivo, tem saída para o jogo e na bola parada é muito interessante”. Comentou.

A opção por Itaqui na vaga de Fernando Neto também foi explicada. “São dois jogadores espetaculares. Tanto o Itaqui, como o Fernando Neto, têm sua importância no elenco. Estou trabalhando visando a vitória contra o Vila Nova. A gente sabe que conquistar um resultado positivo traz uma força para a segunda partida diante da nossa torcida contra o CRB. O Itaqui, além de ser um grande líder, tem uma bola parada excepcional e traz uma liderança muito grande dentro da partida. O Fernando Neto, com a bola no pé, faz coisas importantes e pode decidir a partida com um passe. São dois jogadores que vão revezar”, argumentou.

Nos treinamentos, Matheus Costa tem treinado uma formação com Fernando Neto e Itaqui jubntos. “Foi trabalhado com os dois jogando juntos. Podemos usar os dois ou nenhum dos dois. Se a gente ver que os dois têm condições de jogar, eles vão jogar. Dentro da minha ideia de jogo, apenas um jogou”, complementou.

No jogo-treino de terça-feira, o Paraná começou com a seguinte formação: Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio e Itaqui; Ramon, Alesson e Caio Rangel; Jenison.

Matheus Costa sempre usou o esquema tático 4-2-3-1 como base. No segundo tempo contra o Operário, o técnico mudou para a seguinte escalação: Alisson; Sueliton, Leandro Almeida, Fernando Timbó e Juninho; Jeferson Lima e Fernando Neto; Andrey, Higor Leite e Caio Rangel; Marlyson.

O Paraná estreia na Série B em 27 de abril, contra o Vila Nova, em Goiânia.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES