Publicidade
Brasileirão

Técnico do Paraná descarta alterar esquema e prefere mudança no comportamento

"Rog\u00e9rio Micale: sem previs\u00e3o para o retorno de Carlos Eduardo e Jhonny Lucas"
"Rog\u00e9rio Micale: sem previs\u00e3o para o retorno de Carlos Eduardo e Jhonny Lucas" (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Rogério Micale, descartou uma mudança no esquema tático da equipe, após cinco rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro. “Não tem muita coisa nova, não. A gente está num processo. Estou no clube há três meses, com cinco jogos (no Brasileirão) e tudo isso é muito prematuro. Não podemos mudar de uma equipe que está criando um padrão no 4-3-2-1 para variar para um 3-5-2, no caso do sistema. A gente pode mudar é um comportamento ou outro. Vamos tentar não tomar gol e criar um comportamento ou outro dentro do que a gente está fazendo”, declarou, em entrevista coletiva.

Para o jogo de domingo (dia 20), contra o Grêmio, na Vila Capanema, a equipe pode ter pequenas novidades. “Temos algumas opções, inclusive temos trabalhado e variado alguns jogadores até pelos resultados que não estão vindo, então trabalhamos com algumas opções. Às vezes achamos a equipe, mas em funções de contrato, lesão ou contusão, a gente não consegue colocar da forma que idealizamos. O resultado também não vindo, a gente precisa achar e procurar um equilíbrio”, comentou.

Se os resultados são ruins, o Paraná tem demonstrado bom desempenho em alguns aspectos do jogo.

Em relação à escalação, o Paraná terá alterações. Micale, porém, praticamente descartou as voltas de Carlos Eduardo e Jhonny Lucas. “Carlos Eduardo vem se alongando nessa questão. A gente vem conversando muito e ele não esteve liberado em momento nenhum. Toda vez que teve uma situação (de liberação), tivemos que retroceder. O Jhonny Lucas é uma situação que a gente vai avaliando, ele tem um desconforto ainda e não queremos extrapolar em algo que pode trazer prejuízo maior ao longo da competição. Sabemos da importância desses dois jogadores, mas a gente tem que preservar o ser humano”, disse. 

A provável escalação para domingo é David; Alemão, Jesiel, Cleber Reis e Mansur; Wesley Dias, Torito González, Léo Itaperuna, Caio Henrique e Silvinho; Carlos. O técnico Rogério Micale vem usando o esquema tático 4-2-3-1, com Caio Henrique como meia centralizado. Léo Itaperuna (direita) e Silvinho (esquerda) são os “extremos”. 

Clique aqui para saber mais sobre a escalação do Paraná para domingo.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES