Publicidade
Paraná 0 x 0 Atlético

Técnico do Paraná reclama de pênalti não marcado

Técnico do Paraná reclama de pênalti não marcado
Micale (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Rogério Micale, reclamou de um pênalti não marcado pelo árbitro na partida contra o Atlético Paranaense. “O pênalti... como eu falo... a gente vai ter que saber lidar com isso. O árbitro pode ter se equivocado. É natural. O que me chateia é que o critério tem sido um pouco diferente quando é para nós”, declarou. 

Para Micale, o Paraná merecia a vitória. “Se tivesse equipe vencedora, essa equipe seria o Paraná. Uma hora essa bola vai entrar. Um hora um pênalti desses vai ser assinalado”, afirmou. 

A pontaria nas finalizações também teve peso no placar, segundo o treinador. “Estamos pecando na finalização. Não é por falta de trainemento. Mistura um pouco de ansiedade, da cobrança, da pressão pela primeira vitória”, disse. 

Micale lembrou que o time completou dois jogos sem sofrer gols. “Estamos há dois jogos sem sofrer gols, contra duas equipes de domínio. Estamos tentando encontrar esse meio termo. Hoje tirei volantes, coloquei meias e atacantes para matar o jogo. Tivemos a chance no pé do Caio e o pênalti não marcado. Faltou um pouquinho mais de sorte”, comentou. 

Em relação à torcida, técnico ouviu poucas reclamações. “Poucas manifestações, principalmente que causem desconforto aos jogadores. É uma equipe jovem, com alguns jogadores maduros. Eles têm minha confiança. Passo tranquilidade para eles”, afirmou. “Em relação ao nosso torcedor, ele nos apoiou. Agradeço. Tá faltando só o detalhe final. Só tivemos todos os números a nosso favor, só não a posse de bola, que era essa nossa proposta mesmo. Continuo confiante”, explicou.

Sobre o jejum de vitórias, Micale disse não temer uma demissão e avisou que não pedirá para sair. “Aí tem que perguntar para a diretoria”, disse. “Eu não sou de correr. Procuro encarar. A equipe continua mostrando produtividade”, analisou.

DESTAQUES DOS EDITORES