Publicidade
Novas modas

Tem babado, drama e ilusão!

Tem babado, drama e ilusão!

Alguém me pergunta pelo chat do Instagram: Ana, estão usando muitas rendas por aí?, eu digo que sim e vou em frente: Tem rendas, babados, plumas, paetês, bordados e muita ilusão!!!.
Oui! Tá rolando um momentinho bem visita longa ao passado com muito exagero de um lado e muita consciência de outro. Isso quer dizer que, se você é fashionista de carteirinha e ama comprar muito – e coisas exageradas, não hão de te faltar tendências para incorporar.

Vamos de pijama para o supermercado, só que chiques, rendados, estampados com flores e acompanhando um coque alto na cabeça e um par de mules – que antigamente a gente chamava de chinelinho do vovô, mas a Gucci (aí de novo ela) jogou essa febre no universo e pegou demais. Pegou tanto que até eu, que achava o bicho meio esquisito, ando pensando em ter um.

Tem outra febre que me pegou: a da paixão por babados e tule. As blusas bem femininas, os vestidos, as saias, enfim, é uma babadeira só. Eu também não tenho coragem (ainda!) de usar, mas acho a coisa mais linda do mundo quando cruzo alguém com esse look tão delicado e feminino. Ele faz sonhar. É lindo quando a moda faz essa travessia entre a utilidade e o sonho, porque é claro que o bicho tá pegando no mundo, mas ele sempre pegou e a gente tem que continuar. E ela é um excelente condutor de épocas, transições.

Os modismos nos ajudam a entender o que está acontecendo, mesmo que, a princípio, a gente pense que ela não está falando nada e seja fútil. É uma característica da danada. Se fazer de besta, mas não, ela é poderosa e pode mudar a cabeça do mundo aos poucos. É só começar a fazer alguns usarem algo de alguma forma legal e os outros começarem a copiar e assim sucessivamente. Então, te digo: vai ter drama SIM e também: verde, amarelo, dourado, prateados (metálicos em geral) e ainda toda a nostálgica volta aos anos 20 com todas as suas melindrosas e as mulheres vestidas como se fossem homens.

É meu bem, de novo te falo: apenas aceita. Bisous.

 

Que exótica! – Sim, sim e sim. Use meias com plumas e mais o que você achar que consegue carregar. O que pode ser feio para alguns torna-se instigante e belo na visão de muitos outros. Pare para refletir. #quemamaofeiobonitolheparece

Que dramática – Como um personagem de Molière! Bem teatral e dando o seu toque pessoal e dramático à moda de 2017. #sejadramaticaparanaosercomum

 

DESTAQUES DOS EDITORES