Titular, Felipe Jonatan vive a expectativa de completar 100 jogos pelo Santos

A terça-feira promete ser especial para Felipe Jonatan. Isso porque o jogador, de 23 anos, titular absoluto da lateral esquerda e identificado com o Santos, completará a marca de 100 partidas pelo clube no duelo com o San Lorenzo, marcado para às 21h30, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela rodada de volta da terceira fase preliminar da Copa Libertadores.

"Somente o fato de eu defender um clube da grandeza do Santos, por si só, já é especial. Alcançar uma marca significativa como essa, de 100 partidas, em tão pouco tempo, então, nem se fala. É um privilégio enorme. Não pensei duas vezes quando surgiu a possibilidade de vir pra cá e, realmente, não poderia ter feito uma escolha melhor. Estou muito feliz e acredito que esse está sendo o meu melhor momento como atleta. Seguirei trabalhando duro para retribuir o carinho que recebo de todos os santistas desde o meu primeiro dia aqui. Espero seguir vestindo essa camisa por mais tempo e continuar ajudando o time a conquistar títulos", afirmou.

Contratado em março de 2019, após se destacar pelo Ceará, Felipe Jonatan teve rápida adaptação vestindo a camisa do Santos. Tanto é que as suas boas atuações logo em seu primeiro ano, quando disputou posição na equipe com Jorge, levaram o técnico André Jardine a convocá-lo para a disputa de amistosos pela seleção olímpica.

Em 2020, se tornou titular absoluto sob o comando do treinador português Jesualdo Ferreira, manteve o status com Cuca e passou a se destacar como um dos melhores laterais-esquerdos do futebol brasileiro, ajudando o Santos a chegar até a final da Libertadores. Na atual temporada, Felipe Jonatan segue chamando a atenção, agora na equipe treinada pelo argentino Ariel Holan, com a sua evolução no poder de marcação e a ótima chegada ao ataque.

Ao todo, Felipe Jonatan já disputou 99 jogos pelo Santos, marcou quatro gols e deu seis assistências. Agora, em seu 100º confronto pelo clube, o objetivo é conseguir ajudar o time a confirmar vaga na fase de grupos. Como venceu o San Lorenzo por 3 a 1, na partida de ida, na Argentina, pode até perder por um gol de diferença, ou até mesmo por 2 a 0, na capital federal, que pelo critério de gol fora confirmará a vaga no Grupo C, ao lado de Boca Juniors (Argentina), Barcelona (Equador) e The Strongest (Bolívia).

"Conseguimos um excelente resultado fora de casa e que, inegavelmente, nos dá uma vantagem, mas sabemos que não tem nada definido. O San Lorenzo provou que tem um bom time e, por isso, precisamos entrar em campo com a mesma concentração que tivemos lá na Argentina. Será mais uma partida dura e, para conseguirmos passar, precisamos manter o mesmo nível de atuação e o foco dos últimos jogos", finalizou Felipe Jonatan.