Publicidade
Acabou

Trabalhadores dos Correios encerram greve em Curitiba

Os trabalhadores dos Correios no Paraná decidiram encerrar a paralisação que começou na segunda (13), mas a categoria decidiu  manter o estado de greve a partir desta quarta (14). A decisão foi tomada em assembleia realizada em Curitiba no fim da manhã desta terça (13). 

O diretor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR), Ezequiel Dutra, explicou, em entevista à Bandnews Curitiba que o estado de greve será mantido pelo menos até agosto, quando iniciam as negociações do acordo coletivo e que a paralisação no estado não trouxe grandes impactos ao trabalho.

Segundo os Correios, em todo o Brasil, 8 dos 32 sindicatos que aderiram à manifestação voltaram ao trabalho nesta terça, depois da decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que alterou as regras do plano de saúde e autorizou a cobrança de mensalidade dos funcionários e dos dependentes. Essa era a reivindicação dos trabalhadores: evitar mudanças no plano de saúde da categoria. Entre as principais alterações estão: a cobrança de mensalidade de titular e dependentes, aumento de 300% no percentual de coparticipação de consultas e exames e exclusão de pai e mãe do plano. A decisão foi recebida de forma negativa pelos trabalhadores, que devem tentar reverte-la.


Segundo os Correios, no Paraná, 93% da categoria trabalharam normalmente e todas as agências, inclusive nas regiões que aderiram ao movimento, estavam abertas com todos os serviços disponíveis. Um novo balanço do número de funcionários que aderiram à greve deve ser divulgado no início da tarde

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES