Publicidade
Visual

Transplante de barba é possível. Médico curitibano dá dicas

Transplante de barba é possível. Médico curitibano dá dicas

A barba tem sido a vedete dos últimos tempos. Homens com barba bem feita ou até mesmo por fazer, têm tomado espaço nas revistas e nas TVs. Se o rosto é considerado nosso cartão de visitas, a barba é a moldura e confere ao visual masculino um aspecto mais robusto, mais másculo e bonito. No entanto, não é todo homem que consegue deixar a barba perfeita. Homens que desejam ter mais barba, cobrir pequenas falhas ou ter um cavanhaque, procuram ajuda na cirurgia de transplante de fios.

De acordo com o médico especialista em transplante capilar, Leandro Ribeiro Mauro, uma barba perfeita é possível. Muitos homens possuem falhas na barba, falta ou ausência total de pelos nessa região, e por isso não conseguem obter a barba tradicionalmente conhecida, mas isso pode ser mudado, com o transplante, afirma.

Após uma análise médica, pode-se obter um bom resultado, dando à barba o aspecto natural que os homens tanto desejam. O procedimento é similar ao transplante de cabelo, fios de uma determinada região são retirados e transplantados para outra área, num procedimento fio a fio, até obter o efeito desejado e com muita naturalidade, relata o especialista, que destaca que as técnicas podem variar de acordo com cada caso.

O método é muito parecido com o transplante capilar tradicional, mas os fios podem ser retirados um a um da região embaixo do queixo ou do próprio couro cabeludo, e transplantados para a região desejada.

É um procedimento relativamente simples, com anestesia local e o paciente vai para casa no mesmo dia, tendo apenas que tomar alguns cuidados com a região e podendo raspar a barba em torno de sete a dez dias após o procedimento, diz Dr. Leandro Mauro, que completa: não há cicatrizes visíveis.

Geralmente, os fios transplantados podem cair após duas semanas, mas os folículos permanecem no local e, após cerca de três meses, eles começam a crescer lentamente, podendo continuar a aparecer novos fios até 18 meses depois do procedimento cirúrgico.

O pós-operatório é tranquilo para o paciente, que em dois dias já pode voltar para suas atividades normais.

DESTAQUES DOS EDITORES