Publicidade
Ex-Coritiba

Clube diz que Marcelinho Paraíba está sem sequelas

Clube diz que Marcelinho Paraíba está sem sequelas

JOSÉ EDGAR DE MATOS SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois do susto, boas notícias. Marcelinho Paraíba, ex-Coritiba, se encontra em um quadro de saúde estável e tem previsão de alta para domingo, segundo informações do Treze, equipe do veterano jogador. O clube descartou qualquer tipo de sequela e disse que o atleta, inclusive, quer antecipar a saída do hospital em um dia para prestigiar in loco o clássico com o Campinense, no Estádio Amigão.

De acordo com o Treze, o atleta de 42 anos segue internado em observação e sob medicação. O ex-jogador de times como Santos, Flamengo e São Paulo recebeu na manhã desta sexta-feira dirigentes e funcionários do clube paraibano, que receberam o pedido do atleta pela antecipação da alta para sábado.

Internado na última quinta sob a suspeita de AVC (Acidente Vascular Cerebral), Marcelinho Paraíba quer descansar em casa por um dia antes de ir ao estádio prestigiar o clássico. Treze e Campinense jogam no domingo, a partir das 16h (de Brasília), em duelo pela décima rodada do Campeonato Paraibano.

No planejamento repassado pelo Treze à reportagem, Marcelinho deve retornar ao treinamento em dez dias. O clube afirmou que o jogador sofreu uma isquemia, quadro não tão grave, mas que exige observação, repouso completo e acompanhamento próximo dos médicos. O próprio Marcelinho Paraíba, diante da repercussão da internação, tratou de tranquilizar os torcedores e admiradores na noite da última quinta-feira.

O jogador gravou um vídeo em pleno hospital para destacar a boa recuperação depois do susto sofrido pela manhã. "Queria tranquilizar vocês aí e dizer que estou bem. Infelizmente, não vou estar no jogo no domingo, neste clássico tão importante. Mas vou estar lá no Estádio Amigão torcendo junto com vocês por meus companheiros. Que a gente consiga uma grande vitória. E (quero) tranquilizar, dizer a vocês que estou bem. Se Deus quiser, já vou estar na próxima semana treinando com o grupo. Valeu, estamos juntos", afirmou o veterano.

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES