Publicidade
EUA x Coreia do Norte

Trump diz que reunião com Kim Jong-un será em maio ou no início de junho

Trump diz que reunião com Kim Jong-un será em maio ou no início de junho
(Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (9) que a reunião com o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, deverá acontecer no final de maio ou no início de junho.

Na Casa Branca, o republicano disse que espera conseguir um acordo para dar fim ao programa nuclear do regime comunista. "Espero que seja um relacionamento muito diferente do que tem sido por muitos e muitos anos."

Horas depois, a agência de notícias estatal KCNA informou que o líder norte-coreano apresentou um relatório sobre as negociações com a Coreia do Sul e, nele, pela primeira vez, admitiu o diálogo com a Casa Branca.

"Kim realizou análise profunda e uma avaliação do desenvolvimento das relações entre o Norte e o Sul atualmente, e das perspectivas de um diálogo entre a República Popular Democrática da Coreia e os EUA", informou.

Segundo a agência de notícias Reuters, a ditadura já teria comunicado aos americanos, em contatos secretos feitos recentemente, a intenção de discutir a desnuclearização da península Coreana.

A rede, diz a Reuters, é composta por membros do Departamento de Estado que falam com os norte-coreanos por meio da missão da ONU e dos serviços de inteligência -antes a interlocução dependia dos sul-coreanos.

As negociações diplomáticas começaram em janeiro, quando Kim Jong-un se disse disposto a negociar com Seul o envio de uma delegação aos Jogos Olímpicos de Inverno, na sul-coreana Pyeongchang.

Passada a competição, em fevereiro, os contatos se seguiram e o ditador recebeu uma comitiva do país vizinho em março. Dias depois, a delegação sul-coreana visitaria Washington e revelaria que Trump e Kim aceitaram se reunir.

DESTAQUES DOS EDITORES